Leia também:
X Alcolumbre diz que não aceita ser “ameaçado e intimidado”

Kajuru: Davi quer mostrar que Bolsonaro não manda no Senado

Segundo o parlamentar, a demora na sabatina de Mendonça é uma retaliação ao presidente

Thamirys Andrade - 13/10/2021 17h27 | atualizado em 13/10/2021 17h41

Senador Jorge Kajuru Foto: Agência Senado/Roque de Sá

O senador Jorge Kajuru (Podemos) disse que o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no Senado, Davi Alcolumbre (DEM), deixou claro que não marca a sabatina de André Mendonça ao STF como uma retaliação ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

– Davi [Alcolumbre] me disse que precisamos mostrar que o Bolsonaro não manda no Senado – afirmou o parlamentar em entrevista ao site O Antagonista.

Para Kajuru, o senador é ressentido com o chefe do Executivo por não ter tido mais espaço no governo desde que deixou a presidência do Senado.

– Eu até concordo com o Davi que precisamos mostrar ao Bolsonaro que ele não manda aqui. Mas é óbvio demais que a jogada ensaiada do Davi é naufragar o nome de André Mendonça e colocar na disputa o Augusto Aras – completou Kajuru.

Cabe ao presidente da CCJ marcar a votação do indicado pelo presidente da República ao STF no colegiado. A espera pela sabatina do ex-advogado geral da União já dura mais de 90 dias.

Para o senador Roberto Rocha (PSDB), Alcolumbre “tem a obrigação de dizer ao Brasil” porque está travando a votação.

– Todos precisam saber, especialmente os senadores – argumentou.

Leia também1 Ciro acusa Lula de conspirar pelo impeachment de Dilma
2 Fim de relacionamento: Dilma e Ciro Gomes se ofendem na web
3 Senador recolhe assinaturas na CCJ em apoio a André Mendonça
4 STF irá julgar ação de Bolsonaro para "enquadrar" a Corte
5 STJ revoga prisão de moradora de rua que furtou alimentos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.