Leia também:
X Rio proíbe propagandas sexistas e misóginas

Justiça nega novo recurso sobre posse de Cristiane Brasil

Deputada continua sem poder assumir o cargo de ministra do Trabalho

Henrique Gimenes - 10/01/2018 21h09 | atualizado em 11/01/2018 10h09

Justiça nega novo recurso e Cristiane Brasil continua impedida de tomar posse no Ministério do Trabalho Foto: Reprodução/Instagram

A Justiça negou mais um recurso para que a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) tome posse como nova ministra do Trabalho. A decisão foi do juiz Vladimir Santos Vitovsky, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), que, na noite desta quarta-feira (10), recusou o novo pedido da parlamentar e manteve a liminar que impede que ela assuma o comando da pasta.

A posse de Cristiane Brasil foi suspensa temporariamente, na segunda-feira (8), pelo juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal de Niterói, no Rio de Janeiro. No recurso, a defesa da parlamentar considerava a decisão como “ilegal e abusiva”.

O TRF2 já havia negado um primeiro recurso, apresentado pela Advocacia-Geral da União (AGU). A posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho estava marcada para terça-feira (8), entretanto, a justiça decidiu suspender a nomeação porque a deputada foi condenada a pagar R$ 60 mil em dívidas trabalhistas com dois ex-motoristas.

A ação popular foi movida por um grupo de advogados do Movimento dos Advogados Trabalhistas Independentes (Miti). Para eles, Cristiane Brasil não pode exercer o cargo no ministério porque já foi condenada duas vezes na Justiça do Trabalho.

Leia também1 Cristiane Brasil diz que não vai desistir do Ministério
2 Temer diz que irá debater Previdência no SBT

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.