Leia também:
X AVANTE lança André Janones como candidato à Presidência

Justiça mantém prisão de homem que criticou Lula e STF

Mandado de prisão foi assinado pelo ministro Alexandre de Moraes, após pedido da Polícia Federal

Gabriel Mansur - 23/07/2022 18h35 | atualizado em 25/07/2022 14h01

Ivan Rejane Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Justiça decidiu manter a prisão do personal trainer e youtuber Ivan Rejane Fonta Pinto. A permanência foi determinada neste sábado (23), em uma audiência de custódia presidida pelo desembargador Airton Vieira, magistrado que atua no gabinete do ministro Alexandre de Moraes

Ivan está detido desde a sexta-feira (22) na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de Minais Gerais, por ameaçar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), além de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e políticos de esquerda.

A advogada de defesa, Amanda Rodrigues Alves, informou que apresentará à Corte pedidos de revogação e relaxamento da prisão. Questionado, Ivan relatou que está sozinho em uma cela da enfermaria do presídio e que está sendo bem tratado.

– Estou sozinho em uma cela na enfermaria do presídio, pois o diretor da penitenciária achou mais prudente, já que tenho um canal na internet por meio do qual me pronuncio contra o uso das drogas, inclusive, com uso de violência pelas forças policiais, o que causa animosidade com os demais presos, inclusive, em razão da repercussão da minha prisão – afirmou durante a audiência.

O mandado de prisão foi assinado pelo ministro Alexandre de Moraes, após pedido da Polícia Federal. O magistrado também enviou um mandado de busca e apreensão na residência do suspeito e solicitou o bloqueio do Twitter, YouTube e Facebook, bem como intimação ao Telegram, do suspeito.

A ação foi motivada por um vídeo compartilhado nas redes sociais em que o homem faz ameaças a Lula, Gleisi Hoffmann (PT) e Marcelo Freixo (PSB), além de ofensas nominais aos próprios ministros da Suprema Corte.

Leia também1 Personal ironizou Moraes antes de prisão: “Está com medo, né?”
2 Defesa de Bolsonaro quer ação sobre discurso de ódio rejeitada
3 Bolsonaro: "Crime organizado demonstra ter Lula como aliado"
4 PT aciona TSE contra Bolsonaro por novos posts envolvendo PCC

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.