Leia também:
X Programa Silvio Santos recebe Bolsonaro neste domingo

Juíza nega pedido de Lula para receber visitas de religiosos

Defesa do petista queria uma visita por semana, mas ele receberá uma por mês

Ana Luiza Menezes - 05/05/2019 18h00 | atualizado em 06/05/2019 09h53

Ex-presidente Lula Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve negado seu pedido para receber visitas de religiosos. Segundo determinação da juíza Carolina Lebbos, ele não poderá receber visitantes fora da agenda prevista para os outros presos da carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

A solicitação da defesa de Lula era que ele pudesse receber não apenas um padre, mas outros líderes uma vez por semana. Porém, o petista terá somente o mesmo direito dos demais detentos, que são visitados uma vez por mês por sacerdotes.

No ano passado, pastores, monges, pais de santo e rabinos estiveram com Lula. Entretanto, Carolina acredita que não se deve burlar o regime de visitação vigente na sede da PF.

– O regime de ‘visitas de religiosos’ verificado configurava evidente violação à isonomia em relação aos demais detentos do estabelecimento prisional – observou a juíza.

Leia também1 Sergio Moro rebate críticas de Gregório Duvivier
2 Eduardo critica declaração de Lula sobre controle da mídia
3 "Em meu governo, a chama da democracia será mantida"

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.