Leia também:
X STF: Barroso limita comentários de seguidores no Twitter

Juiz arquiva denúncia contra Lula e Dilma por obstrução da Lava Jato

Magistrado afirmou que, em relação aos ex-presidentes, caso está prescrito

Pleno.News - 12/08/2022 20h14 | atualizado em 12/08/2022 20h20

dilma rousseff e lula
A ex-presidente Dilma Rousseff (E) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (D) durante o diretório nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) Foto: EFE/Joédson Alves

O juiz Ricardo Augusto Soares Leite, substituto na 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, rejeitou a denúncia contra o ex-ministro Aloizio Mercadante por obstrução de justiça. A decisão também reconhece a prescrição das acusações contra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Eles foram acusados de tentar embaraçar investigações da extinta Operação Lava Jato.

O juiz afirma que, em relação aos ex-presidentes, o caso está prescrito e não entra no mérito das acusações.

Em relação a Mercadante, a avaliação é a de que não há provas de irregularidades. “Realizadas as diligências investigativas não se logrou apurar indícios de autoria e materialidade da prática delitiva”, escreveu.

A decisão corrobora o posicionamento do Ministério Público Federal (MPF), que em abril pediu o arquivamento do caso. A denúncia havia sido oferecida pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot em 2017.

Na época, Janot acusou uma suposta tentativa de impedir o ex-senador Delcídio do Amaral de fechar delação premiada na Lava Jato. Também denunciou a nomeação do ex-presidente Lula para o cargo de ministro-chefe da Casa Civil, o que segundo a PGR teria como única finalidade garantir que ele voltasse a ter direito a foro privilegiado.

COM A PALAVRA, ALOIZIO MERCADANTE
Mercadante sempre defendeu que as conversas que teve com o Sr. Eduardo Marzagão, então assessor de Delcídio do Amaral, eram uma iniciativa de caráter eminentemente pessoal e político de solidariedade. Também que jamais houve qualquer tentativa de impedir a delação do ex-senador Delcídio do Amaral, como reconhece, agora, a Justiça.

Quando da divulgação das gravações ilegais e editadas das conversas entre Mercadante e Marzagão, a falsa acusação contra Mercadante teve ampla repercussão na imprensa. Esperamos que essa decisão, que agora reestabelece a verdade dos fatos, tenha o mesmo destaque.

*AE

Leia também1 Justiça revoga prisão domiciliar de homem que matou petista
2 Ministro nega exclusão de vídeo em que Lula ataca Bolsonaro
3 Diferença entre Lula e Bolsonaro cai 9 pontos em MG, diz Quaest
4 PT avalia pagar Auxílio apenas para vacinados, caso Lula vença
5 Posse de Moraes no TSE pode ter presenças de Bolsonaro e Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.