Joice pede “menos discurso ideológico de palanque”

Líder do governo no Congresso disse que é preciso dar um fim ao "clima beligerante" entre políticos

Pleno.News - 20/05/2019 19h10

Deputada Joice Hasselmann Foto: Agência Brasil/José Cruz

A líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou, nesta segunda-feira (20), que seus colegas parlamentares precisam de mais “maturidade política e menos discurso ideológico de palanque”. A declaração foi dada a jornalistas ao chegar no Palácio do Planalto para participar de uma reunião com ministros.

– A gente precisa ter mais maturidade política e menos discurso ideológico de palanque. Eu sei que o presidente quer isso, eu quero isso. A gente tem que fazer uma peneirada para ver quem está atrapalhando no meio do caminho e tirar do caminho – ressaltou.

A deputada também pediu o fim “clima beligerante” entre o governo e membros do Congresso para aprovação das propostas.

– O que tem que acontecer é uma boa conversa e todo mundo baixar a guarda. Chega de clima beligerante. Não se conseguem aliados atacando pessoas. Nós não vamos conseguir aliados atacando aqueles que podem votar na gente, votar conosco, votar nos textos que são importantes para o governo – apontou.

Joice também disse que o Congresso está disposto a votar as medidas de interesse do governo.

– O Congresso está disposto a votar. Temos 1 grupo de líderes que está disposto a seguir com a votação, não só das medidas provisórias, mas de outros textos importantes para o pais, não é nem para o governo. Tem uma ou outra figura no meio do caminho que tem que entender que esse clima beligerante atrapalha e não ajuda – destacou.

Ao ser questionada sobre qual figura ela se referia, a líder do governo disse que não é o presidente Jair Bolsonaro que está atacando potenciais aliados.

– Neste caso específico temos outras figuras em órbita, não é o presidente da República, que têm feito ataques a aqueles que podem ser nossos aliados. Não é o presidente que está usando nenhum discurso beligerante neste momento – afirmou.

LEIA TAMBÉM+ Bolsonaro nomeará primeira mulher como reitora da UFRJ
+ Bolsonaro desmente colunista da Folha: "100% Fake News!"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo