Leia também:
X Joice se recusou a fazer exame toxicológico pedido pela polícia

Joice entrega à polícia objeto suspeito encontrado em casa

De acordo com a parlamentar, item foi achado sob o sofá e não pertence à sua família

Thamirys Andrade - 27/07/2021 09h43 | atualizado em 27/07/2021 10h35

Deputada teria sofrido um suposto atentado no último dia 18 de julho Foto: Reprodução

Após prestar depoimento à Polícia Civil na segunda-feira (26), a deputada federal Joice Hasselmann (PSL) entregou às autoridades um objeto não especificado encontrado em seu apartamento funcional, em Brasília. De acordo com a parlamentar, o item foi achado sob o sofá e não pertence a ninguém de sua família.

– Não é uma arma, não é um objeto cortante. É um objeto que não pertence a ninguém da minha casa. Não estava sujo de sangue. Só prova que, de alguma forma, alguém esteve lá. Se foi antes, depois, se foi em outro momento, se tem ligação com o caso, a polícia vai me dizer – declarou.

Segundo Joice, o objeto foi recolhido por um policial legislativo.

A parlamentar realizou ainda um exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), onde também foram colhidas amostras das unhas da deputada.

Hasselmann foi ouvida por quase duas horas pela Polícia Civil. Ela relata ter acordado no chão de sua casa, ensanguentada e com dois dentes quebrados, sem ter lembranças sobre o que ocorreu. No hospital, foram apontadas cinco fraturas na face e uma na coluna, levantando à suspeita de agressão. O suposto atentado teria ocorrido no último dia 18 de julho.

Leia também1 Joice se recusou a fazer exame toxicológico pedido pela polícia
2 Joice Hasselmann registra ocorrência contra senador
3 'Um deles é parlamentar', diz Joice sobre suspeito de agressão
4 "Jamais agredi ninguém", afirma marido de Joice Hasselmann
5 Joice acredita que foi 'apagada' por ser 'lutadora profissional'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.