Leia também:
X Anão que Bolsonaro segurou no colo se reelege em Sergipe

Joice cai de 1 milhão de votos em 2018 para 98 mil em 2020

Deputada teve queda drástica comparando as eleições dos últimos 18 anos

Paulo Moura - 16/11/2020 14h00 | atualizado em 16/11/2020 14h30

Joice Hasselmann Foto: Reprodução

Os acontecimentos políticos em que a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) esteve envolvida ao longo dos últimos dois anos parecem ter, definitivamente, derretido a popularidade da parlamentar e destruído qualquer chance de um novo sucesso eleitoral em São Paulo.

O resultado foi visto nas urnas neste domingo (15), quando Joice recebeu apenas 98.342 votos para assumir a Prefeitura de São Paulo, resultado 91% menor que os 1.078.666 votos adquiridos por ela quando se elegeu para deputada em 2018. O principal motivo para a queda parece ter sido a forte rejeição criada contra a parlamentar após Hasselmann romper com o presidente Bolsonaro.

Desde que passou a atacar politicamente o presidente, no fim de 2019, Joice viu sua popularidade nas redes sociais, por exemplo, despencar rapidamente. Foram mais de 200 mil seguidores que deixaram de acompanhar a parlamentar apenas no mês de outubro do último ano.

A partir de então, uma série de troca de farpas entre a deputada e a família Bolsonaro começou a ser trocada tanto nas redes quanto pessoalmente. Porém, a maior prejudicada foi mesmo a parlamentar que agora tem comprovado o impacto da ex-relação. Enquanto isso, os políticos ligados a Bolsonaro seguiram crescendo no ambiente virtual.

Leia também1 Anão que Bolsonaro segurou no colo se reelege em Sergipe
2 Veja como candidatos famosos se saíram nas eleições de 2020
3 Ex-ministro da Saúde, Mandetta é flagrado sem máscara em bar
4 Violência: Jovens negros são maioria das vítimas no Brasil
5 Xuxa quer demissão de Sikêra Jr e cassação como jornalista

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.