Leia também:
X Presidente Jair Bolsonaro recebe pastor Silas Malafaia e filho

Joaquim Barbosa afirma que não está mais filiado ao PSB

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal disse que decisão foi pessoal e que não descarta ser candidato algum dia

Paulo Moura - 11/02/2022 11h50 | atualizado em 11/02/2022 12h06

Joaquim Barbosa durante sessão em 2014 Foto: STF/SCO/Fellipe Sampaio

Nome frequentemente cotado para as eleições presidenciais, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator do mensalão Joaquim Barbosa afirmou, em uma entrevista concedida ao UOL, que decidiu desfiliar-se do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Ao falar sobre o assunto, Barbosa afirmou que a decisão foi de cunho pessoal.

– Foi uma escolha minha. Pensava nisso havia meses; não houve traumas – declarou.

Questionado sobre as possibilidades de concorrer ao pleito do qual desistiu em 2018, quando contava com cerca de 10% das intenções de voto nas pesquisas, o ex-integrante da Suprema Corte se disse reticente em relação à política, mas não descartou as chances de se candidatar um dia.

– Há conversas [sobre ser candidato], depende […] continuo muito reticente em relação à política. Não preciso da política. Entrar na política é uma guerra, é um jogo sujo. As pessoas se incomodam até mesmo se você pensa em entrar para a política. Veja o que aconteceu com o Moro. Precipitou-se, saiu muito cedo, está apanhando adoidado – disse.

Sobre as notícias que indicavam a possibilidade de que ele poderia vir a ser candidato a vice em uma futura chapa encabeçada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro (Podemos), Barbosa negou a hipótese e disse que jamais será vice de qualquer candidato nas eleições.

– De jeito nenhum, não teve nada disso. Nunca vou ser vice na chapa de ninguém. Não há hipótese – apontou.

A respeito de seu relacionamento com o PSB, Barbosa afirmou que jamais foi consultado para decisões internas da sigla e disse que assistiu de longe à articulação do partido em torno da formação da chapa presidencial incluindo o ex-presidente Lula e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin. O ex-ministro completou dizendo que a legenda não se interessou em tê-lo como candidato.

Leia também1 Marca de bicicletas nega vínculo com youtuber Monark
2 Mulher diz que se separou após marido se vacinar contra Covid
3 Mourão confirma que não será vice de Bolsonaro nas eleições
4 Jovem perseguida por desenhar Michelle faz nova ilustração
5 Bolsonaro diz que forma com Paulo Guedes um "casal perfeito"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.