Leia também:
X Marcelinho Carioca elogia Bolsonaro: “Cara maravilhoso”

Jefferson desdenha de Lula em 2022: ‘Bolsonaro seguirá forte’

Político denunciou conluio do STF para trazer Lula de volta

Gabriela Doria - 05/08/2020 18h22 | atualizado em 05/08/2020 18h24

Roberto Jefferson acusou STF de conspirar pelo retorno de Lula ao governo Foto: Agência Brasil/Valter Campanato

O presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson, acusou o Supremo Tribunal Federal (STF) de tentar enfraquecer o ex-ministro Sergio Moro para facilitar uma possível candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2022.

– O STF decidiu enfraquecer Moro para ressuscitar Lula, vendo no petista a esperança de derrotar Bolsonaro em 2022.
Nem Lula, nem Moro. Bolsonaro seguirá forte e derrotará a todos daqui a dois anos – afirmou.

Recentemente, os ministros apontaram possíveis interesses políticos de Sergio Moro com a condenação de Lula na Lava Jato. A última tentativa de minar a confiabilidade do julgamento de Moro quando ainda era juiz federal em Curitiba foi a remoção da delação de Antonio Palocci em uma ação contra Lula.

Nesta decisão, o ministro Ricardo Lewandowski acusou Moro de “imparcialidade” no julgamento contra Lula, que em grande parte teve contribuição de Palocci. Já Gilmar Mendes afirmou que Moro agiu de forma “cuidadosamente planejada” ao juntar a delação de Palocci à ação contra Lula apenas seis dias antes das eleições de 2018, quando o petista Fernando Haddad disputava o cargo.

Em última instância, caso seja comprovada a suspeição de Sergio Moro no julgamento de Lula, a ação contra o petista poderá até ser anulada, resultando na retomada de seus direitos políticos.

Leia também1 Marcelinho Carioca elogia Bolsonaro: "Cara maravilhoso"
2 STJ nega recurso e mantém Sérgio Camargo na Palmares
3 Eduardo Bolsonaro celebra recorde da balança comercial
4 PM do Rio acusa STF de criar "zona de proteção ao crime"
5 "Brasil não aguenta muito tempo de auxílio", diz Guedes

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.