Leia também:
X Moraes multa Daniel Silveira em R$ 405 mil e bloqueia seus bens

Jean compara cartaz de evento ao nazismo e ganha resposta

"Tem que lavar a tua boca para falar dos catarinenses", rebateu a deputada Carol de Toni

Pleno.News - 03/05/2022 20h23 | atualizado em 04/05/2022 09h44

Jean Wyllys Foto: EFE/ Paulo Novais

Um comentário feito pelo ex-deputado federal Jean Wyllys, na última sexta-feira (27), causou revolta em parlamentares de Santa Catarina e em moradores de uma cidade do estado. O ex-parlamentar usou as redes sociais para comparar o cartaz da tradicional Schützenfest, de Jaraguá do Sul, ao nazismo.

– A estética da propaganda nazista alemã para promover uma “festa de atiradores” em região do Brasil para onde fugiram muitos dos nazistas alemães para não pagarem por seus crimes – escreveu Jean, no Twitter.

Em resposta, a Câmara Municipal de Jaraguá do Sul emitiu nota de repudio.

– A Câmara Municipal de Jaraguá do Sul vem a público manifestar sua indignação e repúdio às declarações ofensivas, inverídicas e discriminatórias publicadas no perfil do Twitter do ex-deputado Jean Wyllys, que fazem referência à Schützenfest, a maior festa de atiradores do Brasil, tradicionalmente realizada na nossa cidade.

A deputada federal Carol de Toni chamou de absurdo o post de Jean. Ela gravou um vídeo rebatendo a fala de Wyllys.

– Que porcaria, que mentira que você está falando aqui! Os colonizadores alemães vieram para Santa Catarina desde 1828 e ali na região a cultura do tiro está presente desde 1906, muito antes das duas guerras mundiais, muito antes de existir nazismo. (…) O que falar dessa ofensa ao povo de Santa Catarina? (…) Você tem que lavar a tua boca para falar dos catarinenses. Nós temos muito orgulho da nossa cultura, das nossas tradições. (…) Mas o que esperar de Jean Wyllys? Um baita de um covarde, que não aceitou a vitória do presidente [Jair] Bolsonaro, renunciou ao seu mandato e fugiu do Brasil. E para onde ele foi? Ele foi para a Alemanha. Seu ingrato – declarou Carol.

Quem também se manifestou foi o deputado estadual Dr. Vicente Caropreso (PSDB). Segundo ele, Jean perdeu a chance de ficar calado.

– Jean Wyllis, perdeste a chance de ficar calado. Represento essa comunidade com orgulho, onde tenho minha família, e não há nada de cultura nazista. Tradição do tiro veio com nossos antepassados da Hungria/Alemanha/Áustria/Itália, meados do século 19. Aproveite para pedir desculpas – rebateu.

O deputado federal Rodrigo Coelho chamou a crítica de Wyllys de repugnante.

– Repugnante e inaceitável essa crítica infundada do Sr. Jean Wyllys sobre a Schützenfest de Jaraguá do Sul. Falar sobre o que não se conhece é pura ignorância! Os catarinenses merecem respeito e nossa história é marcada por muito trabalho, honra e conquistas. A Festa de Atiradores é um orgulho para toda Santa Catarina e continuará preservando com dignidade a cultura germânica de milhares de famílias catarinenses – respondeu.

 

Leia também1 Celso de Mello: Indulto a Silveira é "juridicamente imprestável"
2 STF emite nota após reunião entre Luiz Fux e Rodrigo Pacheco
3 Ao STF, PGR defende o uso de tornozeleira por Daniel Silveira
4 Universidade de Brasília vai usar “selo” para identificar vacinados
5 STF torna senador Jorge Kajuru réu por injúria e difamação

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.