Leia também:
X Ricardo Gondim afirma que gays precisam ter orgulho

Jair Bolsonaro é aclamado em churrascaria de Nova Iorque

Presidente dirigiu-se com comitiva ao estabelecimento logo após discursar na ONU

Pleno.News - 20/09/2022 18h04 | atualizado em 20/09/2022 18h23

Bolsonaro foi cercado por apoiadores ao chegar em churrascaria de Nova Iorque Foto: Reprodução/YouTube Folha Política

O presidente Jair Bolsonaro, candidato à reeleição pelo PL, esteve em um almoço com a comitiva brasileira e apoiadores, nesta terça-feira (20), na churrascaria Fogo de Chão de Nova Iorque. Ele enalteceu o atual momento da economia do país.

– Não dá para dizer que estamos no paraíso, se bem que lá é a terra prometida, mas, comparando-se com os demais países do mundo, a gente vai muito bem – afirmou Bolsonaro, que repetiu o adjetivo “imbrochável”.

– Além de imbrochável, sou outras coisas também… como escolher bons ministros – disse, mencionando nomes de seu governo, tais como o ex-ministro Tarcísio Gomes de Freitas, que disputa o governo do estado de São Paulo.

O presidente também criticou integrantes que deixaram sua gestão nos últimos anos.

– Aqueles que não deram certo, a gente corta a cabeça e bota outro. Alguns se perderam no meio do caminho, ficando no lixo da história – afirmou o presidente, sem citar nomes, cuja fala foi emendada por apoiadores mencionando o ex-juiz Sérgio Moro.

De cima de uma cadeira e aos gritos de “mito” por apoiadores, o presidente brasileiro disse ainda que sua gestão botou um ponto final nas invasões do Movimento dos Sem Terra. Segundo ele, era registrada uma por dia no governo do Fernando Henrique Cardoso, 20 por mês na gestão petista, enquanto, na sua, apenas cinco por ano.

Bolsonaro mencionou ainda a negociação de fertilizantes com a Rússia e voltou a criticar a imprensa. Segundo ele, tal iniciativa foi necessária para garantir a segurança alimentar do Brasil e do mundo.

– Fomos criticados por grande parte da mídia, não toda, mas grande parte, mas conseguimos sucesso – afirmou.

Ele disse ainda que todos estão interessados em fazer negócios com o Brasil e exaltou que seu governo tem sido construído sem corrupção.

– Isso não é virtude, é obrigação. P*** m****. É f*** Falo palavrão, mas não sou ladrão – afirmou, ao coro de “mito” por apoiadores.

Além de diversas pessoas pró-Bolsonaro, participaram do almoço toda a comitiva brasileira, diplomatas e integrantes do Itamaraty. Estiveram presentes: o ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França; o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite; o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira; o ministro das Comunicações, Fábio Faria; o presidente da Câmara, Arthur Lira; o chefe da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos (SAE), almirante Flávio Rocha; o chefe de comunicação da campanha, Fabio Wajngarten; pastor Silas Malafaia e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP).

Enquanto isso, a primeira-dama, Michelle, participou de um almoço da Aliança de Cônjuges de Chefes de Estado e Representantes (ALMA) no Consulado do Brasil em Nova Iorque. Ela, que coordena a entidade, passou o bastão à Costa Rica.

*Com informações da AE

Leia também1 Na ONU, Jair Bolsonaro exalta manifestações do 7 de Setembro
2 Bolsonaro oferece asilo a padres perseguidos da Nicarágua
3 Paraná Pesquisas mostra Lula e Bolsonaro em empate técnico
4 Lula ataca Bolsonaro e diz que ele "já está prevendo a derrota"
5 Romário diz que não fica "em cima do muro" e apoia Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.