Leia também:
X Ministros do STF devem agir debaixo da lei, diz Dallagnol

Jair Bolsonaro diz que Witzel está tentando incriminá-lo

Esquema estaria querendo relacionar a família do presidente com a milícia

Pedro Ramos - 14/12/2019 16h49 | atualizado em 14/12/2019 17h56

Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

Neste sábado (14), o presidente da República, Jair Bolsonaro, falou aos jornalistas na saída do Palácio do Planalto que o governo do Rio de Janeiro, chefiado por Wilson Witzel, está tentando incriminá-lo.

– Vocês têm dúvida de que o governo do Rio está atrás de mim? Vocês têm dúvida disso? Olha o caso do porteiro. Com todo o respeito, acho que vocês não são delegados de polícia, nem eu, (mas) eu conduziria muito melhor o inquérito – disse o mandatário.

A revista Veja publicou na última sexta-feira (13) que membros do governo federal teriam recebido uma denúncia de que Witzel estaria manipulando as investigações da morte da ex-vereadora Marielle Franco a fim de incriminar a família de Bolsonaro.

Um trecho da denúncia diz que o “governador do Estado do Rio está com uma trama ardilosa em vincular ao presidente Bolsonaro e seu filho Flávio com a milícia”.

Leia também1 Ministros do STF devem agir debaixo da lei, diz Dallagnol
2 Datafolha: 57% apoiam saída de Bolsonaro do PSL
3 João Doria libera abono de R$ 25 milhões a professores

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.