Leia também:
X Infrator sem perna é menor e já tem 6 passagens na polícia

Irmão de aliada de Maia fez busca por dados de Bolsonaro

Informações foram obtidas ilegalmente na Receita Federal

Gabriela Doria - 06/04/2019 19h17 | atualizado em 06/04/2019 19h45

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia Foto: Reprodução

O irmão da deputada federal Norma Ayub (DEM-ES), Odilon Alves, foi o responsável por acessar ilegalmente os dados fiscais de Jair Bolsonaro e sua família. Alves é agente administrativo da Receita Federal do Espírito Santo.

A deputada, que é uma das maiores aliadas de Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, se antecipou e pediu uma audiência com o ministro da Justiça, Sérgio Moro. Ela quer esclarecer o motivo do acesso ilegal aos dados do presidente.

– Eu estou pedindo uma audiência com o ministro Sérgio Moro para explicar o ocorrido. Houve um mal-entendido. Ele é Bolsonaro, minha família é Bolsonaro. Eu fiz campanha para o presidente – justificou a parlamentar.

Ela também defendeu o caráter do irmão e alegou “curiosidade”.

– Ele é uma pessoa tranquila e ingênua. É um homem infantil que gosta do presidente e consultou por curiosidade – declarou

Leia também1 Servidor que acessou dados de Bolsonaro: "Foi só brincadeira"
2 Receita aciona PF após acesso irregular a dados de Bolsonaro
3 Parlamentares do PSL são os mais ativos nas redes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.