Leia também:
X Papa diz que aborto é homicídio: “Não é lícito ser cúmplice”

Internautas pedem que Amapá não reeleja Davi Alcolumbre

Usuários do Twitter subiram a #AlcolumbreDesempregadoEm2023

Thamirys Andrade - 14/10/2021 13h20 | atualizado em 14/10/2021 15h15

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre Foto: Agência Senado/Roque de Sá

Apoiadores do governo de Jair Bolsonaro fizeram uma campanha no Twitter contra a reeleição do senador Davi Alcolumbre (DEM), que segue travando a sabatina de André Mendonça relativa ao cargo no Supremo Tribunal Federal (STF). No protesto virtual, que ocorreu na quarta-feira (13) e sontinua nesta quinta (14), internautas adotaram a #AlcolumbreDesempregadoEm2023.

Entre os influenciadores que aderiram à campanha, estão a comentarista política Ana Paula Henkel e Bárbara, do canal Te Atualizei.

– Pessoal do chat do nosso programa #OsPingosNosIs subiu uma tag interessante por lá hoje: #AlcolumbreDesempregadoEm2023. Gostei. O mandato do sabotador, digo, senador da República acaba no final de 2022. Alô, Amapá! – escreveu Henkel.

– Essa campanha a gente adere com gosto! #AlcolumbreDesempregadoEm2023 – publicou Bárbara.

Cabe a Alcolumbre, presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, marcar a sabatina do ex-advogado-geral da União, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro à vaga deixada pelo ministro Marco Aurélio de Mello, aposentado do STF. A espera já dura mais de 90 dias.

Segundo disse o senador Jorge Kajuru ao portal O Antagonista, Alcolumbre quer “mostrar que Bolsonaro não manda no Senado” e “naufragar o nome de André Mendonça” para colocar na disputa outro de seu interesse.

Leia também1 Datena nega saída da Band para a política, mas não descarta
2 Reembolso de parlamentares vai de ostras a camarão trufado
3 Bolsonaro autoriza entrada de militares dos EUA para exercício
4 ICMS dos combustíveis: Confira quais deputados votaram contra
5 Guedes rebate previsão do PIB do Brasil: 'O FMI vai errar de novo'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.