Leia também:
X Relembre cinco tragédias que poderiam ter sido evitadas

“Inimiga”: Hashtag contra a Globo vai ao topo do Twitter

Após ser chamada de inimiga pelo presidente Jair Bolsonaro, eleitores mostraram apoio com "Eu Sou Inimigo da Globo"

Henrique Gimenes - 20/02/2019 15h05 | atualizado em 20/02/2019 16h52

Nesta quarta-feira (20), apoiadores do presidente Jair Bolsonaro se uniram e levaram a hashtag “Eu Sou Inimigo Da Globo” (#EuSouInimigoDaGlobo) ao topo dos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil. O assunto ganhou destaque após Bolsonaro chamar a emissora de “inimiga” nos áudios em que conversa com o ex-ministro Gustavo Bebianno.

As gravações foram divulgadas pela Revista Veja nesta terça-feira (19), no mesmo dia em que Bebianno foi exonerado da Secretaria-Geral da Presidência da República. Os áudios mostram ainda o presidente e o ex-ministro conversando sobre assuntos do governo até o momento em que discutem a denúncia de que o PSL teria usado candidatas laranjas durante as eleições. Ao longo das conversas, Bolsonaro mostra ainda irritação com Bebianno.

A Rede Globo, no entanto, não gostou de ser chamada de inimiga pelo presidente e respondeu, em nota, “que não tem nem cultiva inimigos. A própria natureza de sua atividade jamais permitiria qualquer postura em contrário. Hoje, como sempre, sua missão é levar ao público jornalismo independente – dando transparência a tudo o que é relevante para o País – e entretenimento de qualidade. Continuaremos a trabalhar nesta mesma direção”.

A questão também rendeu outra hashtag contra a emissora, “Globo Inimiga Do Brasil” (GloboInimigaDoBrasil). Esta, no entanto, teve menor alcance.

Leia também1 Jair Bolsonaro diz que errou no passado ao rejeitar reforma
2 PSOL faz tumulto em recepção a Jair Bolsonaro na Câmara

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.