CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Nordeste cancela festas de São João por causa de pandemia

Senado aprova emenda sobre igrejas durante a pandemia

Emenda do senador Arolde de Oliveira permite o funcionamento das instituições religiosas durante a crise

Henrique Gimenes - 07/04/2020 20h40 | atualizado em 07/04/2020 21h39

Emenda que libera funcionamento de igrejas durante a pandemia foi aprovada no Senado Foto: Divulgação

Durante a votação do Projeto de Lei n° 1179, de 2020, que trata do Regime Jurídico Emergencial e Transitório das relações jurídicas durante o período da pandemia de coronavírus, os senadores aprovaram a emenda 53, que permite o funcionamento de igrejas durante a pandemia de Covid-19.

A sugestão de alteração ao texto original foi apresentada pelo senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), que considera importante manter o funcionamentos das instituições como “fator de auxílio às políticas públicas de saúde da alma e do coração”.

– Considerando que as instituições religiosas, levam às comunidades a orientação em prol da saúde física e mental de seus fiéis, além do conforto espiritual. Defendo a manutenção do funcionamento das atividades religiosas, como fator de auxílio às políticas públicas de saúde da alma e do coração, havendo uma maior compreensão das necessidades e das medidas a serem tomadas do que, por muitas vezes, as divulgadas pela mídia – explicou.

Senador Arolde de Oliveira Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

O Projeto de Lei n° 1179, de 2020 foi apresentado pelo senador Antônio Anastasia (PSD/MG).

Leia também1 Juiz bloqueia fundo eleitoral e destina recursos à Covid-19
2 Câmara vai cortar R$ 150 mi em despesas contra a Covid-19
3 Heleno cobra explicações de David Uip sobre cloroquina

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo