Leia também:
X Idoso de 97 anos viraliza com salto em piscina de clube

Hashtags em apoio a Bolsonaro viram as mais faladas do Twitter

Mobilização a favor do chefe do Executivo fez hashtags ficarem no topo das mais comentadas

Paulo Moura - 29/01/2022 09h01

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Reprodução

Após o presidente Jair Bolsonaro decidir não comparecer na superintendência da Polícia Federal (PF) em Brasília (DF) para prestar o depoimento determinado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), usuários do Twitter manifestaram apoio ao chefe do Executivo e fizeram o assunto ficar entre os temas mais comentados na rede social.

Utilizando #TamoJuntoPresidente e #TamoJuntoBolsonaro, os internautas se manifestaram a favor de Bolsonaro e com tom crítico em relação a Moraes. Boa parte dos usuários do Twitter também lembrou que as investigações sobre a invasão hacker aos sistemas do TSE já foi noticiada publicamente no passado.

– Tudo que o presidente Jair Bolsonaro mostrou na live de agosto o portal Tecmundo já havia revelado! – destacou um internauta.

Com a mobilização, as hashtags chegaram a ocupar, simultaneamente, a segunda e terceira colocação entre o assuntos mais falados na plataforma, sendo que em determinado momento a #TamoJuntoPresidente foi o tema mais comentado, ultrapassando a marca de 90 mil tuítes.

Apesar da mobilização ter iniciado ainda na sexta-feira (28), na manhã de sábado (29) as duas hashtags permaneciam entre as mais faladas da plataforma.

Confira algumas das postagens feitas no Twitter:

Leia também1 STF: Fica parecendo perseguição contra Bolsonaro, diz Feliciano
2 PF viu crime de Bolsonaro ao "vazar" inquérito sobre o TSE
3 Bolsonaro recebe apoiadores em visita ao Palácio da Alvorada
4 Apps na Justiça: Henkel acusa tentativa de 'silenciar' Bolsonaro
5 AGU planeja novo recurso ao STF contra depoimento de Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.