CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Bolsonaro ironiza decisão da Globo e Folha: “Que pena!”

Hang e Allan dos Santos viram alvo de ação da PF sobre fakes

Polícia Federal realizou buscas em operação motivada por inquérito no STF

Paulo Moura - 27/05/2020 09h11 | atualizado em 27/05/2020 09h16

Luciano Hang e Allan dos Santos Foto: Reprodução

Uma operação da Polícia Federal realizada nesta quarta-feira (27), que é parte de um inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre produção de notícias falsas e ameaças à Suprema Corte, colocou como alvos alguns aliados do presidente Jair Bolsonaro, como o proprietário da rede de lojas Havan, Luciano Hang, e o jornalista Allan dos Santos, do portal Terça Livre.

No caso de Hang, as buscas foram realizadas na casa dele, em Santa Catarina. Já Allan, teve mandados cumpridos em sua casa na cidade de Brasília. Além dos dois, o ex-deputado federal Roberto Jefferson e o deputado estadual de São Paulo, Douglas Garcia, também foram alvos da operação.

Procurada, a defesa de Luciano Hang informou que o empresário vai se posicionar sobre a operação ainda na manhã desta quarta. Roberto Jefferson, por sua vez, ainda não comentou o caso. O jornalista Allan dos Santos também não emitiu qualquer posicionamento sobre o caso.

Já o deputado Douglas Garcia afirmou que a ação é uma “perseguição” e uma tentativa de criminalizar a liberdade de expressão.

– Polícia Federal no meu gabinete: a perseguição do inquérito inconstitucional 4.781 – afirmou.

Leia também1 Operação da PF contra fake news mira Roberto Jefferson
2 Bolsonaro ironiza decisão da Globo e Folha: "Que pena!"
3 Covid: Brasil registra 24.512 óbitos e tem 158.593 curados
4 Mãe joga bebê em telhado após não conseguir abortar
5 Deputados aprovam renda auxiliar para o setor cultural

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo