Leia também:
X Girão cobra Moraes no Senado e recorda Arolde de Oliveira

Haddad: “Tarcísio não entende nada de segurança pública”

Petista reagiu a declarações do ex-ministro da Infraestrutura sobre São Paulo

Monique Mello - 07/04/2022 17h54 | atualizado em 07/04/2022 20h05

Ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

Fernando Haddad (PT) reagiu a uma declaração de Tarcísio de Freitas (Republicanos), que acusou São Paulo de ter feito “um pacto com o crime organizado” para não combatê-lo. Em entrevista à Rádio Máxima FM, de Guaratinguetá, nesta quinta-feira (7), o petista fez duras críticas ao ex-ministro da Infraestrutura.

Para Haddad, que é pré-candidato ao governo de São Paulo, seu oponente, enquanto candidato do presidente Jair Bolsonaro, deve defender as propostas do chefe do Executivo.

– Ele [Tarcísio] deve defender as propostas de segurança pública do Bolsonaro, e as propostas de segurança pública do Bolsonaro são a junção da milícia com o crime organizado – disparou.

O petista disse também que Tarcísio “não entende nada de segurança pública” e voltou a relacionar Bolsonaro à milícia.

– Ele [Tarcísio] que nasceu no Rio de Janeiro, cresceu no Rio de Janeiro, nunca morou em São Paulo, mora em Brasília há muitos anos, serviu a muitos governos e hoje se diz bolsonarista. Talvez o modelo de segurança pública dele seja o do Rio de Janeiro, seja essa promoção que o Bolsonaro permitiu entre milícia e tráfico, será que é isso que ele quer trazer pra São Paulo? Eu acho que de segurança pública ele não entende é nada – declarou.

Leia também1 Tarcísio: SP fez pacto com crime organizado para não combatê-lo
2 Bolsonaro tem uma visão do jogo que é extraordinária, diz Tarcísio
3 Girão cobra Moraes no Senado e recorda Arolde de Oliveira
4 Bolsonaro elogia quem não deu urgência ao PL das fake news
5 Miriam Leitão: "O Brasil não melhorou, o mundo que piorou”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.