Haddad é condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por caixa 2

Crime eleitoral ocorreu durante a campanha para a prefeitura de SP, em 2012

Pleno.News - 20/08/2019 17h23

Fernando Haddad foi condenado por caixa dois nas eleições para a prefeitura de SP Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

A Justiça Eleitoral condenou o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), pelo crime de caixa dois durante a campanha municipal de 2012. A sentença dada pelo juiz Francisco Carlos Inouye Shintate é de “quatro anos e seis meses de reclusão, e 18 dias-multa, cada um no valor de 1 salário-mínimo vigente na época do fato”.

Haddad ainda pode recorrer da decisão.

No mesmo processo, o petista foi absolvido das acusações de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. A Justiça o condenou no caso que apurava o uso de recursos da empreiteira UTC para a confecção de material de campanha de Haddad.

O ex-tesoureiro petista João Vaccari Neto também foi condenado no mesmo processo por lavagem de dinheiro e ocultação de bens. Vaccari foi sentenciado a 10 anos de prisão.

LEIA TAMBÉM+ Carlos Bolsonaro lança a mãe para eleição à Câmara do Rio
+ Zambelli parabeniza Lula no Twitter: "500 dias sem roubar"
+ MT: Casa de deputada federal petista é alvo de operação


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo