Leia também:
X Jean Wyllys critica “governador gay” e aponta oportunismo

Guedes classifica a CPI da Covid como um “tribunal de guerra”

"Um chama o outro de bandido", disse o ministro

Monique Mello - 02/07/2021 13h06 | atualizado em 02/07/2021 13h24

Ministro da Economia Paulo Guedes Foto: Ascom/ME/Edu Andrade

Na quinta-feira (1°), o ministro da Economia, Paulo Guedes, fez críticas à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, durante um evento virtual com o empresário Abílio Diniz.

De acordo com Guedes, o atraso das reformas se dá pela Comissão, classificada por ele como “tribunal de guerra”.

– Neste ano, a gente faz as reformas ainda. Só não está andando mais rápido porque abrimos o tribunal de guerra no meio da guerra. Tudo bem, [isso] é da democracia! – disse Guedes.

O ministro avalia que a CPI do Senado sobre a pandemia de Covid-19 “embaralha” o trabalho do Congresso.

– O Senado, ao invés de estar dedicado às reformas, está lá resolvendo o problema em si da vacina, da compra da vacina. Um chama o outro de bandido; o outro fala que o outro está matando gente. É um perde-perde geral – afirmou.

– Estamos antecipando o ciclo eleitoral, o que não é muito bom para o país. O melhor para o país é o ganha-ganha das vacinas e das reformas – completou Guedes.

Leia também1 Em áudio vazado, Aziz ameaça Marcos Rogério: 'quebrar ele todinho'
2 Vendedor mostra áudio e diz que Miranda tentou negociar vacinas
3 Wizard sobre a CPI: 'O Senhor lutará por vós, e vós vos calareis'
4 G7 da CPI da Pandemia exclui Eduardo Braga, e grupo vira G6
5 Não pode reclamar de 20% quem recebe dividendo, diz Guedes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.