Leia também:
X Julgamento da chapa de Bolsonaro é suspenso pelo TSE

Governador do Pará é alvo de ação da PF sobre respiradores

Polícia Federal cumpre mandados em operação que investiga suspeita de fraude na compra dos itens

Paulo Moura - 10/06/2020 08h01

Governador do Pará, Helder Barbalho Foto: Agência Brasil/Antônio Cruz

A Polícia Federal (PF) cumpre na manhã desta quarta-feira (10), ao menos 23 mandados de busca e apreensão no Pará e em outros seis estados como parte da Operação Bellum, que tem como objetivo apurar se houve fraude na compra de respiradores pulmonares por parte do governo paraense.

Um dos alvos das buscas é o governador do Pará, Helder Barbalho, que recebeu agentes da PF em sua casa logo no início da manhã. Além dele, os mandados foram cumpridos também nas residências dos investigados, empresas e também na sede do governo, e nas secretarias de estado de Saúde, Fazenda e Casa Civil.

Helder é o segundo governador a virar alvo de operação da PF sobre contratos relacionados ao combate ao coronavírus. O primeiro foi Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, em maio.

A Polícia Federal informou que a compra dos respiradores custou ao estado do Pará o valor de R$ 50,4 milhões. Desse total, metade do pagamento foi feito à empresa vendedora do equipamento de forma antecipada, sendo que os respiradores sofreram grande atraso na entrega.

Aliado ao atraso, foi comprovado que os itens eram diferentes do modelo comprado e não funcionavam no tratamento da Covid-19, razão pela qual foram devolvidos.

Na operação, a PF investiga crimes como fraude à licitação, falsidade documental e ideológica, corrupção ativa, prevaricação e lavagem de dinheiro.

Leia também1 RJ: Auditoria descobre superfaturamento em compra de soro
2 Justiça do Rio libera de novo flexibilização do isolamento
3 Bailes funk voltam com força total no Rio após 'ajuda' do STF
4 Crivella mantém shoppings e bares fechados no Rio
5 Igrejas têm cultos presenciais com capacidade reduzida

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.