Leia também:
X CPI quer enquadrar Bolsonaro em crime de responsabilidade

GO: Prefeito preso por suspeita de pedofilia pede afastamento

Defesa de Assis Peixoto diz que político sofre problemas de saúde

Thamirys Andrade - 10/08/2021 09h45 | atualizado em 10/08/2021 10h17

Prefeito de São Simão, Assis Peixoto Foto: Reprodução

Preso por suspeita de crimes sexuais, o prefeito de São Simão (GO), Francisco de Assis Peixoto, pediu afastamento do cargo por 90 dias. De acordo com a defesa do político, ele se encontra com problemas de saúde.

O advogado Edmundo Dias afirma que o prefeito sofreu um aneurisma há algum tempo e que tem hipertensão.

Segundo informações do portal G1, o presidente da Câmara de São Simão, Lucas Barbosa, recebeu o pedido de afastamento do prefeito na segunda-feira (9) e apreciará a solicitação em reunião com vereadores nesta terça-feira (10).

Peixoto está preso desde o dia 28 de julho no presídio em Aparecida de Goiânia. Segundo o Ministério Público de Goiás, sete pessoas já o denunciaram. Os relatos serão apresentados à Justiça até esta sexta-feira (13). Entre as denúncias, está o caso de um adolescente de 15 anos com quem o prefeito fez várias videochamadas e chegou a mostrar suas partes íntimas. A mãe do rapaz decidiu acionar a polícia.

– Ele fez outra videochamada, aí mostrando as partes íntimas dele. Teve outra videochamada. Só que meu filho foi tão inteligente que ele gravou a chamada. Falei: “Meu filho, isso é caso de polícia, não está certo” – declarou ela.

O adolescente afirmou ainda que o prefeito pediu para marcar um encontro com ele.

– [Eu] Não esperava que [ele] aparecesse pelado. Depois que nós terminamos a ligação, ele falou que queria colocar o trem dele em mim, falou que queria marcar encontro – relatou.

O jornalista Luís Manuel Lima de Araújo, de 30 anos, também somou seu depoimento às denúncias, afirmando que foi abusado por Assis de 9 até os 16 anos de idade dele.

– Na primeira vez, eu estava cercado [por] meus amigos na piscina, brincando, conversando. Eu tinha [de] 9 para 10 anos de idade, quando ele segurou minha mão por debaixo da água e levou minha mão até a sunga dele. E eu pude notar que ele estava excitado sexualmente – relembrou Araújo.

Leia também1 CPI quer enquadrar Bolsonaro em crime de responsabilidade
2 FHC anuncia voto em Lula em caso de 2° turno com Bolsonaro
3 Blindados militares realizam desfile pelas ruas de Brasília
4 Dias Toffoli nega suspensão de evento com tanques em Brasília
5 Comissão da Câmara aprova PEC que prevê "distritão" e coligações

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.