Leia também:
X Veja qual foi o último presidente a não ir na posse de seu sucessor

Gleisi afirma que Bolsonaro deu aval para transição de governo

Presidente do PT e ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, já deram início às articulações

Pleno.News - 01/11/2022 15h31 | atualizado em 01/11/2022 16h26

Gleisi Hoffmann Foto: EFE / Cadu Gomes

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, confirmou nesta terça-feira (1°), que conversou nesta segunda (31), com o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, e que o governo federal colocou o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) à disposição para a transição.

De acordo com Gleisi, Ciro Nogueira relatou a ela ter recebido aval do presidente Jair Bolsonaro (PL) para a transição de governo, a despeito de o chefe do Executivo ainda não ter reconhecido sua derrota nas urnas para o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

– Conversei ontem com o chefe da Casa Civil, senador Ciro Nogueira, e ele falou que está à disposição, que foi determinação do presidente de se instalar processo de transição, que eu poderia passar a ele os nomes para fazerem as nomeações. O Centro Cultural Banco do Brasil está à disposição também. Queremos, já a partir de quinta-feira, estarmos lá começando a montar a equipe – disse Gleisi.

ECONOMIA
Gleisi também disse que o presidente Lula ainda não definiu quem vai liderar a área econômica do governo de transição. A coordenação-geral da transição, por sua vez, caberá ao vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB).

– Estamos começando a relacionar as demais pessoas que vão estar na coordenação. Eu e Aloizio Mercadante nos integramos para ajudar o governador Alckmin, mas tem outras pessoas e vamos também designar pessoas por áreas. Vamos conversar com pessoas e queremos começar isso já na quinta-feira. Nossa proposta é ir para Brasília já na quinta-feira – disse Gleisi.

Questionada se já há definição para a seara econômica, Gleisi disse que não há ainda.

– Por enquanto, não. Vamos começar as tratativas na quinta-feira. Vai ter, claro, temos que ter.

De acordo com a dirigente, o senador eleito Wellington Dias (PT-PI) está responsável apenas pela interlocução sobre o Orçamento de 2023.

MINISTÉRIO
Integrar a equipe de transição, como ela e o Aloizio Mercadante farão, não significa necessariamente a presença no futuro ministério do governo Lula, afirma Gleisi.

– Não há decisão sobre ministério, o presidente Lula não abriu essa discussão – afirmou a dirigente em entrevista coletiva de imprensa.

Gleisi será responsável pela relação política com outras siglas.

– Vamos ter participação nessa comissão de todos os partidos que estiveram conosco nessa caminhada – declarou.

*AE

Leia também1 Em instantes, Jair Bolsonaro quebra o silêncio após resultado
2 "Não vai haver nenhum tipo de omissão", diz diretor da PRF
3 Em meio a silêncio de Bolsonaro, Michelle posta no Instagram
4 Malafaia: "Crentes que votaram em Lula vão pagar o preço"
5 Alckmin será o coordenador da transição do novo governo Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.