Leia também:
X Para Gilmar, criticar as urnas é “desculpa para derrota eleitoral”

Gilmar Mendes é homenageado por completar 20 anos de STF

Durante coletiva, na capital pernambucana, ministro defendeu urnas eletrônicas

Pleno.News - 22/08/2022 16h11 | atualizado em 22/08/2022 16h23

Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes Foto: STF/Nelson Jr

Nesta segunda-feira (22), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, recebe homenagem por seus 20 anos na Corte. O evento acontece em Pernambuco. As informações são do site O Antagonista.

No estado, Mendes fez uma visita ao Centro Comunitário da Paz (Compaz) do Coque, projeto concebido com foco na prevenção à violência, inclusão social e fortalecimento comunitário.

Pela manhã, o ministro participou de uma cerimônia no Teatro de Santa Isabel, para outorga de medalhas, comendas e homenagens concedidas a ele pelo município do Recife, Ministério Público de Pernambuco, Tribunal de Contas do Estado, Tribunal de Justiça de Pernambuco/Corregedoria Geral da Justiça de Pernambuco, a Assembleia Legislativa de Pernambuco e o Governo do estado.

Gilmar Mendes também foi reverenciado por entidades e grupos de empresários durante um almoço que aconteceu no edifício-sede da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe).

Um jantar marcará o fim das homenagens prestadas ao ministro. A reunião, promovida pelo governador do estado, Paulo Câmara, acontecerá no Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco.

De acordo com a Folha de S.Paulo, Gilmar Mendes participou de uma coletiva, na capital pernambucana. Ele disse que críticas feitas contra as urnas eletrônicas podem ter surgido para justificar uma possível derrota nas eleições.

O ministro não citou o presidente Jair Bolsonaro (PL), mas defendeu o sistema eleitoral brasileiro.

– Nunca tivemos um episódio sequer de fraude que fosse atribuída às urnas eletrônicas. O que me parece é que esses movimentos populistas e de feições iliberais vivem atrás de determinadas mensagens que possam unir o seu grupo e que se achou então essa desculpa em relação às urnas eletrônicas, inclusive, talvez para justificar uma possível derrota nas eleições ou para justificar alguma coisa do tipo – falou.

Leia também1 Hang critica discurso de Lula sobre violência contra mulher
2 Moraes manda a PF identificar membros de grupo do Telegram
3 Lula agora diz defender alternância de poder na Venezuela
4 Vereador do PP leva tiro no braço em campanha no ABC paulista
5 Bolsonaro mostra "preocupação" e diz: "Vou dar beijo no Bonner"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.