Leia também:
X Unimed distribui ‘Kit Covid’ com cloroquina e ivermectina

Gilmar errou e incidente está superado, afirma Mourão

Em entrevista à rádio Gaúcha, vice-presidente voltou a falar sobre o ministro do STF

Henrique Gimenes - 17/07/2020 16h17

Vice-presidente Hamilton Mourão Foto: Agência Brasil/Valter Campanato

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, voltou a falar, nesta sexta-feira (17), sobre uma declaração do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que associou os militares a um genocídio. Em entrevista à Rádio Gaúcha, o vice afirmou que o “incidente está superado”.

A fala de Gilmar Mendes aconteceu no sábado (11), durante uma transmissão ao vivo, quando criticou a atuação de militares no Ministério da Saúde e o combate à Covid-19 no Brasil. A declaração gerou a reação do Ministério da Defesa, que chegou a entrar com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o ministro do Supremo.

Ao retomar o assunto nesta sexta, Mourão, que já havia criticado a opinião de Gilmar Mendes, minimizou o episódio.

– Eu acho que o ministro errou, mas considero que este incidente está superado – afirmou.

Durante a entrevista, o vice-presidente também falou sobre o combate à Covid-19 no país e elogiou o sistema público de saúde.

– O nosso sistema público de saúde vem dando conta disso. Então é uma grande vitória do SUS e de todos os profissionais que o construíram e que trabalham nele – destacou.

Nesta sexta, o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, também falou sobre o episódio em uma entrevista à revista Veja. Ele disse que conversou com telefone com Gilmar Mendes e que o convidou a conhecer o trabalho realizado no Ministério da Saúde. O ministro do STF aceitou.

Leia também1 Pazuello diz enfrentar guerra 'contra o aparelhamento'
2 Bolsonaro elogia Pazuello: 'É proibido militar na política?'
3 Governo aciona PGR contra Gilmar Mendes por 'genocídio'
4 Gilmar Mendes volta a associar militares a genocídio
5 Mourão: "Se tiver grandeza, Gilmar Mendes irá se retratar"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.