Leia também:
X Nova regra eleitoral pode barrar candidatura de Moro em 2022

Gilmar diz que Mendonça paga o preço por ‘tumulto’ de Bolsonaro

A sabatina do indicado ao STF ainda está sem data definida

Monique Mello - 25/08/2021 13h57 | atualizado em 25/08/2021 15h32

Gilmar Medes acha que Bolsonaro pode ser ‘culpado’ pelo atraso na sabatina de Mendonça Foto: Montagem/Reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes comentou sobre a situação de André Mendonça, quanto à sabatina no Senado para ingressar na Corte. Ex-advogado-geral da União e ex-ministro da Justiça, Mendonça foi indicado por Jair Bolsonaro para o cargo de ministro do STF em 13 de julho, mas ainda não há data para sua sabatina.

Para Mendes, Mendonça está pagando o preço do “tumulto político” causado por Bolsonaro. Os constantes conflitos entre o chefe do Executivo e o Judiciário estariam levando alguns senadores a questionar a motivação de Bolsonaro para indicar um ministro do STF.

– Me parece que o Mendonça está sendo um pouco vítima também desse tumulto – afirmou Mendes em entrevista ao Metrópoles, nesta quarta-feira.

O ministro disse que, embora qualificado, Mendonça está sendo comprometido pelo fogo cruzado entre os Poderes. Na mesma entrevista, Mendes também elogiou Augusto Aras, recém reconduzido à Procuradoria-Geral da República, mas apontou que ele também corria riscos com os conflitos atuais.

– Ele é extremamente bem avaliado por sua atuação clara e independente aqui no Supremo Tribunal Federal, mas é uma atividade complexa e que também acaba sendo julgada, tendo vista essa ambiência conflitiva que se criou – declarou.

 

Leia também1 Senadores cobram Alcolumbre sobre a sabatina de Mendonça
2 Bolsonaro quer um almoço por semana com Mendonça
3 Com 55 votos, Senado aprova Aras para novo mandato na PGR
4 Villa compara bolsonaristas a nazistas e sugere uso de suástica
5 Zambelli 'dá lição' em Moraes e diz: "Se autointitula Deus”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.