Leia também:
X Em prisão domiciliar, Palocci tem multa de US$ 20 milhões

Gestão da Funai pode ir para Ministério da Agricultura

Mudança proposta por Bolsonaro visa dar mais oportunidades de sustento aos índios

Pleno.News - 03/12/2018 19h16

Funais será vinculado ao Ministério da Agricultura no governo Bolsonaro Foto: Reprodução/Twitter

A gestão da Fundação Nacional do Índio (Funai) pode ir para o Ministério da Agricultura no governo de Bolsonaro. A informação foi dada pelo futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, nesta segunda-feira (3). Atualmente, a Funai está vinculada ao Ministério da Justiça.

– A visão que o presidente Bolsonaro tem é no sentido de poder dar condições para que aqueles indígenas que quiserem, aqueles grupamentos, pessoas ou indivíduos possam buscar uma outra condição. E que isso, lamentavelmente, pelas políticas feitas nas últimas duas décadas não foi permitido às pessoas. É muito grave. Para isso, tem que ter novos ouvidos para a questão indígena, tem que ter um novo olhar, mais sensibilidade, com respeito – declarou Onyx.

O futuro ministro afirma que pesquisadores brasileiros escreveram cartas relatando a dificuldade de acessar áreas de conservação ou áreas indígenas. O governo Bolsonaro pretende identificar o que é verdadeiro na questão de conflitos dos povos indígenas. Durante a campanha eleitoral, Bolsonaro expressou a intenção de emancipar os índios e dar-lhes o direito de explorar a própria terra.

– O índio norte-americano vive, em grande parte, dos royalties dos cassinos. Vocês, aqui, podem viver de royalties não só de minério, mas exploração da biodiversidade, bem como royalties de possíveis hidrelétricas que poderiam ser construídas na terra de vocês. Então, vocês são brasileiros como nós e têm todo direito de explorar a terra de vocês – comentou o presidente eleito durante o segundo turno.

Leia também1 Em prisão domiciliar, Palocci tem multa de US$ 20 milhões
2 Onyx sobre Bolsonaro: "Deus levantou o mais improvável"
3 Para Macri, Jair Bolsonaro considera acordo Mercosul-UE

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.