Leia também:
X Mendonça debate com Cármen Lúcia sobre preconceito religioso

General critica Alexandre de Moraes: “Ditadura do Judiciário”

Segundo coluna, declarações foram dadas em um grupo de WhatsApp

Pleno.News - 24/11/2022 19h25 | atualizado em 25/11/2022 11h22

Ministro Alexandre de Moraes Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O general de Exército, Roberto Câmara Senna, fez uma análise sobre o cenário político do país e criticou o Supremo Tribunal Federal (STF) e o ministro da Corte, Alexandre de Moraes. As informações são da coluna Na Mira, do Metropóles.

Senna deu declarações em um grupo fechado do WhatsApp; no entanto, o texto viralizou.

Na avaliação do militar, o país “vive um grave impasse político, em especial com a confirmação de um processo eleitoral ilegal e fraudulento, imposto pelo STF e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral)”.

Segundo ele, sem a presença ativa do presidente Jair Bolsonaro (PL), o país vive uma “ditadura do Judiciário”.

O militar afirmou ainda que Moraes “implantou a censura no país, reprime as manifestações democráticas e persegue todos aqueles que contestam as eleições”.

Leia também1 'Moraes sequer se debruçou no relatório para emitir opinião'
2 Dallagnol reage a advogado de Lula em grupo contra corrupção
3 Mulher recebe diagnóstico e cura do câncer no mesmo dia
4 CNJ afasta juiz que soltou filho que foi preso por dirigir bêbado
5 Atirador de boate gay nos EUA se identifica como não binário

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.