Leia também:
X Senado adia votação do Marco das Ferrovias para próxima terça

Garcia fala sobre ‘Liberdade de Opinião’ sem liberdade da CNN

Em entrevista, jornalista falou sobre a rescisão de seu contrato e apontou que "ficou mal" para a empresa

Henrique Gimenes - 29/09/2021 21h44 | atualizado em 30/09/2021 09h55

Alexandre Garcia Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (29), o jornalista Alexandre Garcia falou sobre a decisão da CNN Brasil de rescindir seu contrato por sua opinião a favor do tratamento precoce da Covid-19. Ele disse ser esquisito que o quadro Liberdade de Opinião não tenha liberdade. A declaração foi dada pelo jornalista em entrevista ao site Brasil Sem Medo.

Garcia foi “demitido” da CNN na sexta-feira (24), após o jornalista “reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19, com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada”. Em comunicado, a emissora disse que manterá o quadro Liberdade de Opinião em sua programação e reforçou seu “compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo”.

O jornalista comentou a decisão da emissora e disse que “ficou mal” para a empresa.

– Bom, foi o que eles quiseram, não é? Então, paciência. Todo mundo ficou estranhando que o nome fosse Liberdade de Opinião e não tivesse liberdade. Não ficou mal para mim, não. Ficou mal para quem fez – apontou.

Após a rescisão do contrato, Garcia convidou seus espectadores para o seu canal no YouTube, fazendo com que ele superasse o número de inscritos da CNN Brasil na plataforma. Durante a entrevista, Garcia falou sobre o apoio que recebeu.

– Eu acho que o que vale é o aplauso dos que me seguem, ouvem, veem. Isso [é o] que vale. Não preciso do aplauso de nenhuma estação de televisão. Preciso do aplauso das pessoas. São elas que mantêm os canais de TV pela audiência – apontou.

Alexandre Garcia também falou que pretende atuar YouTube, mas que um “canal muito conhecido” já iniciou conversas para contar com seu apoio.

– Eu fico no meu canal. É lá que eu tenho ampla liberdade, mas tem aí um outro canal que tem muita audiência e está conversando comigo. Eu vou pensar para saber se quero ficar só com meu canal ou se também entro em algum outro canal que não seja meu – destacou.

Leia também1 YouTube de Garcia já tem mais inscritos que canal da CNN Brasil
2 Bolsonaro aponta ironia da CNN ter quadro Liberdade de Opinião
3 Garcia após deixar CNN: 'Se digo uma coisa, tenho que praticar'
4 No Twitter, Garcia já tem mais de 3 milhões de seguidores
5 Malafaia defende Alexandre Garcia e chama CNN de 'lixo'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.