Leia também:
X Maia recebe proposta que descriminaliza uso de drogas

Gabriela Hardt deixará de ser titular da Lava Jato em abril

Onze candidatos disputam cargo que era de Sergio Moro

Ana Luiza Menezes - 07/02/2019 16h33 | atualizado em 07/02/2019 17h34

Gabriela Hardt Foto: Reprodução

A juíza Gabriela Hardt assumiu o antigo cargo de Sergio Moro na Operação Lava Jato desde que o ex-magistrado aceitou se tornar ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro. Ela comandará os processos da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba até o dia 30 de abril.

Por ter exercido a função de forma interina, ela não pode se candidatar à vaga, que já é disputada por 11 interessados. O edital para receber as cartas dos candidatos foi aberto e encerrado em janeiro. Um novo magistrado será indicado pelo presidente do Tribunal Federal da 4ª Região (TRF4), Thompson Flores.

Nomes como Julio Guilherme Berezoski Schattschneider, da 1ª Turma Recursal de Santa Catarina, Friedmann Anderson Wendpap, da 1ª Vara Federal de Curitiba, Marcus Holz, da 3ª Vara Federal de Curitiba, entre outros, estão entre os que se apresentaram para ocupar o posto.

Hardt passou a comandar após o afastamento de Moro, no dia 1º de novembro. No período do despacho, ela respondeu a um questionamento da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que queria saber quem seria o seu julgador após a mudança de Moro.

– Esta magistrada foi designada para responder pela titularidade plena da 13ª Vara Federal de Curitiba no período de 19 de novembro de 2018 a 30 de abril de 2019, segundo comunicação recebida no dia 19 de novembro de 2018 na caixa de correio eletrônico desta unidade, sendo portanto a responsável pela tramitação dos feitos relacionados à Operação Lava Jato até 30 de abril de 2019 ou até ulterior designação – esclareceu a juíza.

Nas redes sociais, um grande número de fãs do trabalho dela expressou o desejo de que ela ficasse na atual posição de forma definitiva. Gabriela foi a responsável pela nova sentença que puniu Lula com a pena de 12 anos e 11 meses de prisão no caso do sítio de Atibaia.

Leia também1 Conheça a juíza que deu a Lula pena mais rígida do que Moro
2 Lula condenado a 24 anos? Entenda o cálculo!
3 Sítio de Atibaia é confiscado após decisão de juíza

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.