Leia também:
X Olavo de Carvalho volta a ser internado em SP, diz colunista

Gabriel Monteiro relata ataque: ‘Não vão nos intimidar’

Vereador destacou proteção do 9º Batalhão da Polícia Militar

Ana Luiza Menezes - 01/08/2021 22h04 | atualizado em 02/08/2021 09h54

Gabriel Monteiro revelou que três tiros atingiram seu carro Foto: Reprodução

Na noite deste domingo (1º), o vereador Gabriel Monteiro usou as redes sociais para revelar que sofreu um ataque, no Rio de Janeiro. Ele contou que três tiros acertaram seu carro.

A tentativa de assassinato aconteceu na mesma data em que o vereador realizou uma ação social.

– Mais uma tentativa de morte, agora durante uma ação social do meu gabinete, fazendo uma festinha pra uma família carente. Dezenas de tiros de fuzil, 3 pegaram no nosso carro, mais de 10 viaturas da PM na operação. Não vão nos intimidar. Só paro morto – declarou ele, no Twitter.

Nos stories do Instagram, Gabriel mostrou imagens de seu carro e parabenizou o 9º Batalhão da Polícia Militar, que o salvou.

– Queria agradecer ao 9º Batalhão da Polícia Militar, que se envolveu. Vagabundos tentaram encurralar a gente, mas graças a Deus, o 9º BPM [fez um] trabalho impecável. O Rio de Janeiro não é dos vagabundos. Eu estava fazendo ação social, uma festinha de uma garota de 7 anos, quando tentaram fazer a maldade. Mas Deus está protegendo a gente. Vagabundo se aproveita até no momento de ação social. Mais uma vez, minhas continências para a Policia Militar, o 9º Batalhão é impecável.

Publicação do vereador Foto: Reprodução

Leia também1 Delegado é afastado após dizer que há ‘ratos’ na polícia
2 Gabriel Monteiro denuncia secretário de Saúde do Rio e diretor de hospital
3 Justiça manda Gabriel Monteiro remover 3 vídeos do YouTube
4 RJ: Gabriel Monteiro apela ao governador por escolta policial
5 Gabriel Monteiro sobre Felipe Neto: "Ele sim dissemina o ódio"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.