Leia também:
X Pr. Silas: ‘Mendonça deu cama de gato ao defender casamento gay’

Posse de Mendonça no Supremo ocorrerá no dia 16 de dezembro

A cerimônia acontecerá à véspera da última sessão do Supremo em 2021

Paulo Moura - 02/12/2021 14h58 | atualizado em 02/12/2021 16h17

André Mendonça se reuniu com Luiz Fux Foto: STF/SCO/Rosinei Coutinho

Com sua indicação aprovada pelo plenário do Senado Federal, por 47 votos favoráveis a 32 contrários, nesta quarta-feira (1°), o ex-advogado-geral da União André Mendonça já tem a data e hora de sua posse no Supremo Tribunal Federal (STF) confirmadas: dia 16 de dezembro, às 16 horas.

Mendonça se reuniu com o presidente do Supremo, ministro Luiz Fux, no início da tarde desta quinta-feira (2). Durante o encontro, que durou pouco mais de uma hora, Mendonça conheceu os servidores e secretários da Corte. Ao sair, o novo integrante da Suprema Corte confirmou a data da posse, mas afirmou que detalhes como o formato do evento dependem do protocolo da Corte.

O Supremo, por sua vez, informou que é o cerimonial do STF que ficará responsável por organizar a posse, observando as regras da resolução sobre o retorno dos trabalhos presenciais na Corte. Uma das exigências determinadas atualmente para a acessar as dependências do Supremo é a apresentação de um comprovante de vacinação.

Mendonça foi aprovado pelo plenário do Senado, na quarta-feira, por 47 votos a 32. O ex-advogado-geral da União será o segundo indicado do presidente Jair Bolsonaro a ocupar uma vaga no STF. Aos 48 anos, Mendonça poderá ficar no STF até dezembro de 2047.

Leia também1 Defesa de Silveira pede extinção de ação penal contra o deputado
2 Dez aeronaves são apreendidas em operação da PF contra o PCC
3 Mendonça é ministro do STF com mais votos contrários no Senado
4 Com sintomas de conjuntivite, mulher descobre tumor cerebral
5 Exército pede reunião com o TSE sobre urnas eletrônicas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.