Leia também:
X Sergio Moro é o ministro mais bem avaliado do governo

Fux defende 2ª instância e critica voto dos colegas do STF

Ministro pediu que parlamentares aprovem uma lei sobre o assunto

Camille Dornelles - 09/12/2019 12h30 | atualizado em 09/12/2019 15h47

Ministro Luiz Fux, do STF, votou a favor da prisão de condenados Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Nesta segunda-feira (9), o ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux discursou em um evento do Ministério da Justiça. Nele, criticou a liberdade de condenados em segunda instância e afirmou que os juízes se beneficiam de uma permissão da lei.

– Juízes têm liberado réus aos borbotões como um repúdio à jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. A maneira de reagir é atrelada a uma estratégia judicial, até que seja aprovada essa lei que altera a regra do trânsito em julgado – declarou.

Fux votou contra a liberdade de condenados em segunda instância, mas foi voto vencido no julgamento. Ele criticou a decisão dos colegas no evento.

– Estou convencido de que a lei deva advir porque a jurisprudência que se firmou não é melhor solução jurídica para a hipótese – afirmou, segundo a Crusoé.

Leia também1 Senado pode votar pacote anticrime ainda neste ano
2 População vai às ruas e pede prisão após 2ª instância
3 Sergio Moro: Tem dias que parece que a Justiça não existe

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.