Leia também:
X BTG/FSB: Lula tem 41% das intenções; Bolsonaro, 35%

Forças Armadas farão apuração paralela com 385 urnas, diz Folha

Segundo técnicos, essa amostragem garantiria 95% de confiabilidade

Pleno.News - 12/09/2022 09h16 | atualizado em 12/09/2022 11h52

Forças Armadas farão apuração paralela com 385 urnas, diz a Folha de S. Paulo Foto: TSE/Secom/Antonio Augusto

Com o objetivo de fiscalizar o processo eleitoral, técnicos das Forças Armadas tomaram a decisão de investir em uma proposta de conferir, em tempo real, a totalização dos votos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As informações são da Folha de S.Paulo.

O projeto visa levar militares para seções eleitorais espalhadas pelo país, a fim de que eles tirem fotos do QR Code dos boletins de urna para que o Comando de Defesa Cibernética do Exército, em Brasília, faça um trabalho paralelo de contagem dos votos.

Segundo militares, inicialmente, a ideia é que a conferência de votos ocorra em 358 boletins de urna. Para os técnicos, essa amostragem garantiria 95% de confiabilidade.

Leia também1 BTG/FSB: Lula tem 41% das intenções; Bolsonaro, 35%
2 Estudo: No Brasil, mais de 80% dos jornalistas são de esquerda
3 Ministros criticam aliados do PT que celebraram morte da rainha
4 Rosa Weber assume presidência do STF nesta segunda-feira
5 "A esquerda esperneia quando se vê acuada", dispara Mourão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.