Leia também:
X Candidata ao BBB acusa produtor da TV Globo de assédio

“Forças Armadas atuaram por vidas e empregos na pandemia”

O ministro da Defesa, general Braga Netto, elogiou as Forças Armadas durante cerimônia pelos 22 anos da Pasta

Pleno.News - 10/06/2021 15h25 | atualizado em 10/06/2021 16h42

Ministro da Defesa Walter Braga Netto Foto: PR/Beto Barata

O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, disse hoje (10) que as Forças Armadas atuaram para “salvar vidas, preservar empregos e empresas e priorizar os mais vulneráveis” durante a pandemia.

Ele participou da cerimônia de comemoração dos 22 anos da Pasta junto ao presidente Jair Bolsonaro, a quem atribuiu a responsabilidade por definir as diretrizes de atuação do Exército no enfrentamento à crise sanitária.

– Colocamos à disposição da população todas as fortalezas das Forças Armadas, tais como a cultura da disciplina, o planejamento estratégico, a capacidade logística, a prontidão e a mobilização de forças em todo território nacional […] O momento exige união de esforços, e não cizânias – completou.

No discurso, Braga Netto afirmou, sem citar um país específico, que transformações no entorno estratégico do Brasil representam ameaças transnacionais à segurança.

– Nossas dimensões continentais, amplas áreas marítimas e fluviais e riquezas naturais inestimáveis ratificam a necessidade de um amplo sentimento de defesa em todos os setores da vida nacional […] A defesa da nação exige políticas estratégicas para garantir presença e dissuasão e se contrapor à cobiça externa – apontou.

O ministro destacou o papel do Exército em momentos da história do país, nos quais, na visão dele, “a sociedade brasileira pôde contar com o comprometimento de suas Forças Armadas, atuando sempre dentro da legalidade e com legitimidade”.

Braga Neto ressaltou a atuação dos militares na proteção das fronteiras, em missões de paz no exterior e no acolhimento humanitário, “reconhecido internacionalmente” e também destacou o papel de combate a ilícitos ambientais na Amazônia.

*Estadão

Leia também1 Bolsonaro sobre Maia: "Ninguém lembra mais dele"
2 CPI: Não querem investigar quem pode ter desviado dinheiro, diz Bolsonaro
3 Voto impresso tem maioria para avançar na Câmara
4 Ciro diz que lutará para disputar 2º turno como 'obrigação moral'
5 Saiba quem são os candidatos a assumir a PGR caso Aras saia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.