Leia também:
X PSOL invoca Estatuto da Criança para incriminar Bolsonaro

Flávio Bolsonaro vai à Justiça cobrar explicações de Witzel

Ex-governador do Rio de Janeiro fez declarações contra o senador durante depoimento na CPI da Covid

Pleno.News - 26/06/2021 18h02 | atualizado em 26/06/2021 18h20

Senador Flávio Bolsonaro e o ex-governador do RJ, Wilson Witzel Foto: Marcos Corrêa/PR

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) decidiu acionar a Justiça contra declarações dadas pelo ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid.

A defesa do parlamentar aponta que Witzel cometeu os crimes de calúnia, difamação e injúria e citou dois momentos distintos; quando o ex-governador falou sobre a gestão de hospitais no Rio de Janeiro e quando mencionou o assassinado da ex-vereadora Marielle Franco.

Os advogados de Flavio questionam especificamente o momento em que Witzel falou que hospitais do Rio de Janeiro tinha um dono. “”O que pretendeu dizer o interpelado: que haveria corrupção? Tráfico de influência? Relações espúrias de compadrio? Em que contexto um Senador da República poderia ser dono ou ter alguma ingerência em hospitais federais em algum ente da federação”, aponta o documento.

Já sobre Marielle Franco, a defesa do senador questiona o momento em que Witzel falou sobre “não ser porteiro para ser intimidado”. “O que quis dizer com esses termos? Que o senador Bolsonaro coagiu aquela humilde testemunha durante a investigação sobre a morte da ex-vereadora?! Que o interpelante coage porteiros? Testemunhas?”, ressalta o documento.

A interpelação é assinada pelos advogados Luciana Pires, Renata Azevedo, Rodrigo Roca e Juliana Bierrenbach.

Leia também1 PSOL invoca Estatuto da Criança para incriminar Bolsonaro
2 Malafaia: "Senadores acusam Bolsonaro e protegem ladrões"
3 Web volta a se unir em apoio e diz que é #BolsonaroAte2026
4 Homem é preso com uma faca durante 'motociata' de Bolsonaro
5 Ex-chefe de gabinete de Lula admite corrupção do PT

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.