Leia também:
X Juiz nega soltura de homem que incendiou estátua de Borba Gato

Flávio Bolsonaro pede acesso a documentos sigilosos da CPI

Como suplente, senador poderá protocolar requerimentos e falar na frente de parlamentares que não fazem parte da comissão

Paulo Moura - 09/08/2021 08h18 | atualizado em 09/08/2021 09h29

Senador Flávio Bolsonaro Foto: Reprodução

Agora oficialmente um membro suplente da CPI da Covid, após a licença de Ciro Nogueira (PP-PI) para assumir a Casa Civil, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) pediu para ter acesso à documentação sigilosa da comissão, que inclui, por exemplo, processos em segredo de Justiça, investigações do Ministério Público e quebras de sigilo.

A solicitação, que é uma prerrogativa dos senadores que compõem a CPI, foi feita por um assessor de Flávio na última sexta-feira (6), de acordo com informações divulgadas pelo jornal O Globo. Como membro da CPI, Flávio também poderá protocolar requerimentos e falar, durante as sessões, na frente dos senadores que não são membros da comissão.

Mesmo antes de compor oficialmente o colegiado, as participações de Flávio em sessões da CPI da Covid ao longo dos últimos meses foram marcadas por fortes questionamentos a respeito da imparcialidade alegada pelos integrantes do colegiado. Logo na sessão de composição da comissão, Flávio questionou a escolha de Renan Calheiros para a relatoria da CPI.

A mudança de posto de Flávio dentro do colegiado deve representar uma participação maior do senador dentro das ações da comissão. A expectativa é de que o parlamentar intensifique os questionamentos a respeito do conteúdo das investigações e do tom dos depoimentos adotado pelo chamado G7, grupo de opositores ao governo dentro da CPI.

Leia também1 CPI: Aras é contra a quebra de sigilo de assessores de Bolsonaro
2 CPI: Lewandowski mantém quebra de sigilo de Pazuello
3 Empresa usou nome de Frota em venda de máscaras para SP
4 Em ato falho, Renan diz que pode "produzir provas" na CPI. Vídeo!
5 PF investiga se CPI vazou dados sigilosos. Randolfe irá ao STF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.