Leia também:
X Queiroga: “Não sou comentarista de relatório. Eu sou ministro”

Flávio Bolsonaro critica Renan: “Tem uma ejaculação precoce”

Senador afirmou que o relator da CPI "se antecipa até à classe médica"

Henrique Gimenes - 20/10/2021 15h42 | atualizado em 20/10/2021 17h59

Senador Flavio Bolsonaro Foto: EFE/Joédson Alves

Nesta quarta-feira (20), antes da leitura do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) disparou críticas contra o relator Renan Calheiros (MDB-AL). O documento da CPI conta com 1.180 páginas e pede o indiciamento de 66 pessoas e de duas empresas.

Flávio disse que Renan tem “ejaculação precoce” e quer se antecipar até sobre a “classe médica’.

– O relator Renan Calheiros tem uma ejaculação precoce. Ele se antecipa até à classe médica. O senador Renan Calheiros já não entende de Direito e está provando também que não sabe nada de Medicina. A própria classe médica é dividida, por exemplo, no tratamento da doença em estágio inicial. Há médicos que defendem, e médicos que não defendem. O problema é que parte da imprensa, de uma forma maldosa e politizando a pandemia, quer atrelar o tratamento inicial de uma doença. Qualquer doença o quanto antes começar a ser tratada melhor, só com a Covid que entendem que não é assim – apontou.

O senador também falou sobre a questão do tratamento precoce da Covid-19.

– A Covid não é tratada só com cloroquina, ivermectina e hidroxicloroquina. Uma série de medicamentos são usados off label. Então, por que a gente vai para o hospital? Se um médico quer tratar o paciente, isso é crime? Até hoje ninguém sabe [sobre a eficiência do tratamento precoce], por isso jamais, no relatório o senador Renan Calheiros, deveria colocar algo de conclusivo no tocante a esse tema – destacou.

Leia também1 Queiroga: "Não sou comentarista de relatório. Eu sou ministro"
2 Barroso sobre CPI: Acusações são 'mais políticas do que jurídicas'
3 CPI: Barros processará senadores que votarem a favor do relatório
4 Líder do governo afirma que não houve ato "doloso" do presidente
5 Ricardo Barros afirma que irá processar Renan Calheiros e Aziz

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.