Leia também:
X Bolsonaro incentiva compra de bandeiras: “Estão com ciúmes”

Filhos de Lula processam Ciro após serem chamados de ‘ladrão’

Defesa diz que "afirmação é leviana porque nenhum filho de Lula responde ou respondeu a qualquer ação penal"

Gabriel Mansur - 09/09/2022 09h47 | atualizado em 13/09/2022 13h41

Candidatos Luiz Inácio Lula da Silva e Ciro Gomes Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Depois que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acionou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra propaganda de Jair Bolsonaro (PL) em que é chamado de “ladrão” por eleitores, agora foi a família do candidato à Presidência da República que contestou a ofensa, mas neste caso proferida pelo candidato Ciro Gomes (PDT).

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, os filhos do petista entraram com uma ação na Justiça para que o pedetista explique a declaração de que “Lula tinha filho ladrão”. A crítica foi mencionada durante entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan, na última segunda-feira (5).

– A afirmação é leviana, porque nenhum filho de Lula responde ou respondeu a qualquer ação penal por corrupção ou crimes assemelhados – alegou o advogado Fábio Tofic Simantob.

Simantob ressaltou ainda que Ciro não apresentou provas que embasassem sua afirmação. Por isso, o representante da defesa pediu que o candidato especificasse a qual fato estaria se referindo.

– Pelo contrário, um deles [Fábio Luís], investigado durante anos, teve o inquérito contra ele arquivado por ausência de elementos que demonstrem a prática de qualquer malfeito – completou.

Caso não se desculpe pela declaração, e avance nos ataques, Ciro poderá responder a uma ação penal por crime contra a honra, de injúria ou de calúnia, afirma o advogado.

Na petição, a defesa dos filhos de Lula argumenta que a interpelação “é uma prova de fogo para ver até onde vai a coragem ou a irresponsabilidade do candidato. Terá ele a coragem da calúnia? Avançará o terreno da honra para imputar fatos investigados e arquivados, por falta de crime? Até onde Ciro terá a coragem de ir? Atacará a justiça, como faz Bolsonaro? Atacará o MPF? Quem mais será alvo de sua metralhadora giratória?”.

O candidato do PDT tem intensificado os ataques a Lula para tentar manter os votos de seu eleitorado. Caso não se desculpe pela declaração, e avance nos ataques, Ciro poderá responder a uma ação penal por crime contra a honra, de injúria ou de calúnia, afirma o advogado.

Leia também1 Weber dá 5 dias para presidente explicar reunião com diplomatas
2 Ex-chefe da PC do Rio é preso por suposto elo com jogo do bicho
3 CNN: 'Na Bandeira do Brasil está escrito independência ou morte'
4 Justiça: Brasileiro e namorada planejaram "morte" de Kirchner
5 Lula sobre 7 de setembro de Bolsonaro: "Parecia reunião da Ku Klux Klan"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.