Leia também:
X Nikolas denuncia perseguição contra igreja liderada pelo pai

Filho de Trump participará da edição deste ano do CPAC Brasil

Presença de Donald Trump Jr. foi confirmada pelo deputado Eduardo Bolsonaro

Paulo Moura - 30/08/2021 09h24 | atualizado em 30/08/2021 09h50

Donald Trump e seu filho, Donald Trump Jr. Foto: Reprodução

Por meio de suas redes sociais, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) confirmou que Donald Trump Jr., filho do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, vai participar da 2ª edição do CPAC Brasil (sigla para Conservative Political Action Conference; Conferência da Ação Política Conservadora, em português), que ocorrerá em Brasília nos dias 3 e 4 de setembro.

O evento, que foi sucesso de público em sua primeira edição no Brasil, em 2019, tem como presenças já confirmadas grandes nomes do conservadorismo, como o deputado Eduardo Bolsonaro, o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, e os ex-ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e do Meio Ambiente, Ricardo Salles, além do grupo de humor Hipócritas.

O CPAC Brasil será realizado pelo Instituto Conservador-Liberal (ICLBR) e não contará com recursos de dinheiro público para sua realização. As inscrições, que já estão abertas, são feitas pelo site do evento. O valor mínimo de cada inscrição é de R$ 199 e 1 quilo de alimento, chamada de Inscrição Solidária.

Há também a opção de a pessoa se tornar membro do ICLBR e receber imediatamente um desconto exclusivo na sua inscrição. O valor da inscrição para membros do instituto é de R$ 50 e 1 quilo de alimento. Por fim, para aqueles que não são membros do instituto e que não puderem levar o quilo de alimento, o valor será de R$ 398. As inscrições são feitas no site do evento.

O QUE É O CPAC
Sigla para Conservative Political Action Conference (Conferência de Ação Política Conservadora, em português), o CPAC é o maior encontro de conservadores do mundo. Lançado em 1974, o encontro reúne organizações, ativistas, telespectadores e diversos líderes conservadores do mundo.

Criado em 1973 pelos grupos American Conservative Union (ACU) e Young Americans for Freedom (YAF), o evento diz ter em sua essência os valores defendidos por ambas as entidades que lhe deram origem, como a defesa do fortalecimento da soberania nacional e a crença de que apenas governos com poder limitado são capazes de garantir a liberdade individual.

Ao longo de sua história, o CPAC reuniu grandes personagens da direita conservadora americana como Ronald Reagan (ex-presidente), George W. Bush (ex-presidente), Mitt Romney (ex-candidato republicano à Presidência dos EUA em 2012), Dick Cheney (ex-vice-presidente dos EUA), Donald Trump (ex-presidente) e Nigel Farage (liderou o partido UK Independence Party).

No Brasil, o primeiro CPAC aconteceu nos dias 11 e 12 de outubro de 2019, em São Paulo, decorrente da relação entre o deputado federal Eduardo Bolsonaro e Matt Schlapp, presidente da ACU. Na ocasião, diversos integrantes do governo do presidente Jair Bolsonaro e personalidades conservadoras do Brasil e do mundo participaram do evento.

Desde a edição anterior, o CPAC se expandiu para muitos outros países, já tendo ocorrido na Austrália, na Coreia do Sul, no Japão e na Irlanda.

Leia também1 Nikolas denuncia perseguição contra igreja liderada pelo pai
2 Luciano Huck diz o que o levou a abrir mão da eleição de 2022
3 Ataque a bancos em cidade do interior de SP deixa três mortos
4 Sem Flamengo em campo, Globo perde audiência no Rio
5 Vídeo: Parte de praia é isolada para Lula curtir passeio

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.