Leia também:
X PRF faz apreensão de 29 toneladas de maconha, a maior da história da corporação

FHC aprova convite do PSDB para Maia: “Tomara que aceite”

Ex-presidente da Câmara foi convidado por João Doria em reunião no último domingo

Paulo Moura - 09/02/2021 10h10 | atualizado em 09/02/2021 10h43

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso Foto: Agência Brasil/Tânia Rêgo

Em uma publicação em suas redes sociais, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que o PSDB acertou em convidar o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para entrar para o partido. Na postagem, feita na noite de segunda-feira (8), o político disse torcer para que o parlamentar aceite o convite.

– Fez bem o PSDB em convidar Rodrigo Maia para entrar no partido. Presidiu corretamente a Câmara e é bom quadro político. Tomara que aceite – escreveu FHC.

A “convocação” de Maia para o partido tucano foi feita pelo governador de São Paulo, João Doria, em uma reunião realizada na noite do último domingo (7), na casa do gestor paulista. Na ocasião, Doria também recebeu em sua casa o vice-governador do estado, Rodrigo Garcia, que deverá deixar o DEM para se juntar ao PSDB.

A saída de Rodrigo Maia do Democratas foi motivada pela decisão do partido de não apoiar o deputado Baleia Rossi, preferido do ex-presidente da Câmara para ser o seu sucessor. Ao contrário do que Maia queria, a legenda optou por adotar neutralidade no pleito que foi vencido pelo deputado Arthur Lira (PP-AL), apesar de o vencedor ter sido apoiado por diversos parlamentares do DEM.

Leia também1 Lira muda sala de imprensa para subsolo no prédio do Congresso
2 Bolsonaro confirma que Onyx irá assumir a Secretaria-Geral
3 Maia não aceitou impeachment porque Bolsonaro sairia 'maior'
4 Rodrigo Maia está sendo péssimo perdedor, afirma ACM Neto
5 Maia tem 'ansiedade de poder' e 'falta de caráter', dispara Caiado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.