CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Santander terá duas exposições sobre diversidade

Feliciano critica Bolívia em querer criminalizar religiosos

Deputado federal publicou um vídeo no Facebook pedindo ajuda do governo do Brasil na questão

Emerson Rocha - 11/01/2018 13h06 | atualizado em 11/01/2018 14h32

O deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) utilizou as redes sociais para emitir sua opinião sobre o projeto do presidente da Bolívia, Evo Morales, de instaurar o Novo Código do Sistema Criminal. Um dos artigos dessa proposta, prevê prisão de 7 a 12 anos para quem recrutar pessoas para organizações religiosas e cultos.

Pastor e presidente da Igreja Assembleia de Deus Catedral do Avivamento, Feliciano criticou duramente a medida boliviana. Em vídeo publicado no Facebook, nesta quinta-feira (11), ele fez alertas às autoridades brasileiras e pede ajuda aos diplomatas para tentar até uma intervenção no país vizinho.

A proposta de Evo Morales está na Assembleia Legislativa e poderá ser aprovada nos próximos dias. Mas o artigo 4 da Constituição da Bolívia prevê a liberdade de culto.

Leia também1 Após acusações de jornal, Feliciano defende Bolsonaro
2 Feliciano repudia Duvivier e o chama de menino chorão
3 Marco Feliciano critica a educação atual das crianças