Leia também:
X Kataguiri quer fim de frentistas em postos de combustível

Feliciano critica Alcolumbre por ‘atrasar’ sabatina de Mendonça

Deputado federal disse que se recusa a acreditar no que ouve "pelos corredores sobre o real motivo da protelação"

Henrique Gimenes - 19/09/2021 16h54 | atualizado em 20/09/2021 14h03

Deputado Marco Feliciano criticou o senador Davi Alcolumbre por demorar a marcar a sabatina de André Mendonça Foto: Arte/Pleno.News

Neste domingo (19), o deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP) utilizou suas redes sociais para criticar o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. O comentário foi feito em razão da demora de Alcolumbre de marcar a sabatina de André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Ex-advogado-geral da União, Mendonça foi indicado em julho pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a vaga deixada pelo ministro Marco Aurélio de Mello no STF. Mas, desde então, seu nome não passou pelo primeiro passo para ingressar na Corte, a sabatina.

Em sua conta do Twitter, Feliciano afirmou que Alcolumbre “se apequena” ao demorar em definir uma data para o procedimento e disse não querer acreditar sobre o “real motivo” para a demora.

– Davi Alcolumbre, por quem tenho respeito, se apequena ao protelar a sabatina de André Mendonça. O senador falta com o seu dever constitucional! Nunca no Brasil um indicado passou por tamanha desfeita. Me recuso a acreditar no que ouço pelos corredores sobre o real motivo da protelação – escreveu Feliciano.

Leia também1 Lewandowski é sorteado para analisar pedido por sabatina
2 Pacheco diz esperar sabatina de Mendonça "o quanto antes"
3 Bolsonaro mantém Mendonça para o STF: "É ele até o final"
4 Em espera por sabatina, André Mendonça diz ter 'paciência'
5 Senadores acionam o STF para exigir sabatina de Mendonça

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.