Leia também:
X Queiroga reage a governadores que ignoram suas orientações

Falha em sistema atrasa envio de provas da CPI da Covid à PGR

O início da apuração está atrasado em 44 dias

Monique Mello - 29/12/2021 12h15 | atualizado em 29/12/2021 12h22

Cúpula da CPI da Covid Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

Uma falha técnica nos sistemas de informática do Senado atrasou em 44 dias o início da apuração da Procuradoria-Geral da República sobre os supostos crimes cometidos pelo governo federal que constam no relatório final da CPI da Covid.

De acordo com a revista Crusoé, o documento entregue a Augusto Aras não continha os anexos que embasavam a denúncia.

A entrega do relatório à PGR foi feita em 27 de outubro por nove senadores e um deputado. O documento, que havia sido aprovado na noite anterior, pede o indiciamento de 78 pessoas e de duas empresas. Um dos nomes na lista é o do presidente Jair Bolsonaro.

Leia também1 Hackers que atacaram site da Saúde pedem tel. de Bolsonaro
2 Petrobras supera R$ 6 bilhões em valores recuperados da Lava Jato
3 Bolsonaro aprova bonificação a professores do ensino básico
4 Lira defende criação de fundo emergencial para catástrofes
5 INSS prorroga prazo, e prova de vida poderá ser feita até julho

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.