Leia também:
X SP: Lula almoça com grandes empresários do setor privado

Fachin formaliza visita da OEA para observar eleições

Acordo é o segundo assinado com entidades internacionais

Pleno.News - 05/07/2022 19h32 | atualizado em 05/07/2022 20h32

Ministro Edson Fachin, do STF Foto: STF/Nelson Jr.

Nesta terça-feira (5), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, assinou, nos Estados Unidos, um acordo para autorizar a participação da Organização dos Estados Americanos (OEA) na função de observadora das eleições de outubro.

O acordo é o segundo assinado pelo tribunal com entidades internacionais. Na semana passada, o TSE e o Parlamento do Mercosul (Parlasul) firmaram parceria para o envio de uma missão com representantes da entidade para observar o cumprimento das normas eleitorais, das etapas do processo eleitoral e a imparcialidade na organização da eleição.

Segundo o TSE, a missão será independente para colaborar com o aperfeiçoamento do sistema eleitoral brasileiro.

A participação de observadores internacionais nas eleições já foi utilizada em outras eleições no país. Em 2018 e 2020, missões da OEA acompanharam a realização da votação.

O TSE pretende autorizar o envio de missões de outras entidades que também foram convidadas para atuar como observadoras das eleições, entre elas, a Rede Eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a Rede Mundial de Justiça Eleitoral, a Fundação Internacional para Sistemas Eleitorais (Ifes) e a União Interamericana de Organismos Eleitorais (Uniore). Os acordos serão os próximos a serem assinados.

*Agência Brasil

Leia também1 Queiroga defende referendo popular sobre leis de aborto
2 PT entra na Justiça contra Braga Neto por "ameaça às eleições"
3 Eleições: Tarcísio manda recado a Fernando Haddad
4 Oposição na Câmara tentará obstruir PEC dos Benefícios
5 Justiça suspende sessão que cassou mandato de vereador

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.