Leia também:
X Ex-loira do Tchan é promovida na PRF, recebe críticas e rebate

Fábio Faria diz que Sergio Moro “abandonou o país” na pandemia

Ministro criticou a postura do ex-juiz de se mudar para os Estados Unidos e "agora volta para querer ser candidato"

Paulo Moura - 05/11/2021 09h56 | atualizado em 05/11/2021 13h00

Ministro das Comunicações, Fábio Faria
Ministro das Comunicações, Fábio Faria Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, criticou duramente a postura do ex-ministro da Justiça Sergio Moro durante a pandemia de Covid-19.

Em uma entrevista concedida ao jornal O Estado de São Paulo, Fábio afirmou que o ex-juiz “abandonou o país” durante a pandemia do novo coronavírus, ao ir morar nos Estados Unidos, e “agora volta para querer ser candidato”.

– Onde ele [Moro] estava nesse último ano, quando estávamos com pandemia, as pessoas morrendo? Ele foi para os Estados Unidos. Foi embora, abandonou o país. E volta agora para querer ser candidato? – questionou o ministro.

O chefe da pasta federal disse que não vê “condição de crescimento” da candidatura de Moro por acreditar que ele não conseguirá votos nem da direita, nem da esquerda. Fábio afirmou ainda que acha o ex-juiz da Lava Jato “totalmente sem capacidade para ser presidente da República”.

– [Moro] Vai ter o voto de pessoas que eram bolsonaristas e já não são mais, poderiam estar votando em outro nome da terceira via e vão optar por ele. Não vejo ele captando gente de dentro do governo, da base, do grupo do presidente Bolsonaro – declarou.

Sobre as eleições do próximo ano, Fábio Faria avaliou que “o vento que sopra no Brasil ainda é de centro-direita” e disse acreditar que o cenário atual, com Lula liderando todas as pesquisas a menos de um ano das eleições, pode mudar.

– Os números do Lula têm muita gordura. Ele já começou a queimar. E, por outro lado, Bolsonaro sai de um momento de pandemia gravíssimo, as pessoas em casa, com medo de morrer, perdendo parentes. Agora estamos vendo a vida de volta […] Muita gente achou que ele ia morrer, mas ele sobreviveu, porque tem um arranque muito forte do grupo que está com ele – completou.

Leia também1 Com Alcolumbre, CCJ tem pior produtividade em cinco anos
2 PT vai ao STF para 'liberar' justa causa para não vacinados
3 Pastor protesta contra Doritos por causa de comercial LGBT
4 'Calça apertada' e 'coxinha': Doria tenta se promover com apelidos
5 Filme da Marvel com beijo gay é banido em países do Golfo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.