Leia também:
X AM: Pedido de impeachment de governador é arquivado

Ex-secretário de Witzel, Edmar Santos deixa a prisão

Secretário de Saúde é acusado de participar de esquema de corrupção em contratos assinados na pandemia

Paulo Moura - 07/08/2020 08h30 | atualizado em 07/08/2020 08h44

Ex-secretário de Saúde do RJ, Edmar Santos Foto: Governo do Estado do Rio de Janeiro/Eliane Carvalho

Após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, deixou a Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, na noite de quinta-feira (6). Edmar estava detido no local desde o mês passado.

A ordem de soltura, determinada pelo STJ, foi tomada após pedido da Procuradoria Geral da República (PGR). Edmar havia sido preso no dia 10 de julho por suspeita de envolvimento em irregularidades em contratos assinados durante a pandemia de Covid-19.

No pedido de soltura de Edmar, a PGR afirmou ter reunido elementos de provas que colocam o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), “no vértice da pirâmide” do suposto esquema de desvio de verbas para o combate à pandemia do coronavírus no estado.

A afirmação foi feita pela subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, ao defender que o STJ concentrasse as investigações sobre o caso, inclusive a relacionada a Edmar Santos. . Durante a operação que resultou em sua prisão, foram apreendidos R$ 8,5 milhões em espécie. O Ministério Público não revelou onde o dinheiro foi apreendido, apenas que foi entregue para o órgão por um investigado.

Leia também1 AM: Pedido de impeachment de governador é arquivado
2 PGR fala em provas que põem Witzel 'no vértice da pirâmide'
3 Reviravolta! Gabriel Monteiro será reintegrado à PM do Rio
4 PM do Rio acusa STF de criar "zona de proteção ao crime"
5 Impeachment de Witzel no STF tem novo relator: Moraes

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.