Ex-secretário de saúde do Rio exerce medicina na cadeia

Sérgio Côrtes está preso em Benfica e foi autorizado a prestar atendimento a outros detentos

Pleno.News - 12/01/2018 08h20

Ex-secretário estadual do Rio, Sérgio Côrtes Foto: Divulgação/Governo do Rio de Janeiro

Preso na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, Zona Norte do Rio de Janeiro, o ex-secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, foi autorizado pela Justiça a atuar como médico dentro do complexo penitenciário, desde junho. Segundo os relatórios feitos pelo próprio, há uma média de 36 atendimentos por dia a outros detentos. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) do Rio, após divulgação do jornal Extra, nesta sexta-feira (12).

Ainda de acordo com as anotações, Sérgio Côrtes atende diversos casos de saúde. Desde situações simples até pessoas que chegam baleadas ao presídio. Nos três primeiros meses de atuação como médico na cadeia, o ex-secretário realizou cerca de 3.731 atendimentos. Um dos pacientes foi o ex-governador do Rio, Anthony Garotinho, quando esteve em Benfica.

Para realizar as consultas, Côrtes tem o auxílio do seu ex-assessor Luiz Carlos Bezerra, que também está preso acusado de integrar o esquema de corrupção do ex-governador Sergio Cabral Filho. Os dois criaram um procedimento para atender os detentos. Até acompanhamento médico é feito após os casos mais graves.

Sérgio Côrtes está preso desde abril de 2017, na Cadeia Pública José Frederico Marques, onde estão outros acusados pela operação Lava Jato.

LEIA TAMBÉM+ Cabral é denunciado na Lava Jato pela 20ª vez
+ Bretas diz que não consegue viver normalmente no Rio